Menino que nasceu com 2 sexos recebe nova certidão no Acre | MUVUCA POPULAR

Domingo, 24 de Junho de 2018

BRASIL Terça-feira, 12 de Junho de 2018, 14h:09 | - A | + A




DECISÃO JUDICIAL

Menino que nasceu com 2 sexos recebe nova certidão no Acre

Por: G1Brasil

Depois de quase quatro meses de luta judicial e uma decisão inédita no país, a criança que nasceu com dois sexos em Rio Branco e foi tratada como menina até os dois anos de idade está com a nova certidão de nascimento em mãos.

A criança tem 3 anos, mas a mãe só descobriu a ambiguidade genital depois de registrá-lo. Até os dois anos de idade, o pequeno usava roupas femininas, além de manter cabelos longos.

Apenas em agosto do ano passado, a mãe conseguiu ter acesso ao resultado do exame cariótipo – que analisa a quantidade e a estrutura dos cromossomos em uma célula – apontando que a criança é geneticamente um menino.

A partir daí, a Ordem dos Advogados do Brasil no Acre (OAB-AC) passou a acompanhar o caso através da Comissão de Diversidade Sexual. Charles Brasil, presidente da comissão, entrou com um pedido de liminar na Justiça, em fevereiro deste ano, onde pedia a mudança do nome do menino na certidão de nascimento.

Em abril, a Justiça determinou que a mudança no documento fosse feita em cartório - uma decisão, que, segundo a OAB, é inédita em todo país. E nesta última segunda-feira (11), a dona de casa recebeu das mãos de Brasil o novo documento da criança.

Nome social na creche

No começo de abril, antes da decisão favorável, para não perder a vaga na creche, o menino foi matriculado ainda usando o documento feminino. Porém, já usava o nome de menino de forma social.

“Hoje finalizamos esse processo com a confecção da nova certidão de nascimento, trazendo dignidade para essa criança, de forma que ela pode se desenvolver dentro da realidade dela. Inclusive, a nova certidão não faz menção nenhuma ao antigo nome dele. É uma nova certidão, como se não tivesse existido nunca o nome feminino”, destaca o presidente da comissão.

Brasil também enfatizou a importância de garantir, em lei, a identidade reconhecida do garoto .

“A partir de agora, ele tira todos os documentos dentro de sua identidade e desenvolvimento para poder exercer sua cidadania de forma efetiva e que ele possa sofrer menos preconceito nessa sociedade em que vivemos”, destaca.

Mãe comemora

A mãe do menino comemorou a decisão e disse que agora vai poder mudar alguns documentos do menino, como cartão de vacina e carteira do SUS. Segundo ela, o caso lhe gerou alguns abalos psicológicos.

“Eu passei muito constrangimento com meu filho durante mais de dois anos, porque eu não sabia que podia pedir pra chamar ele pelo nome social. Descobri o erro quando ele tinha 19 dias e não sabia que eu podia pedir que chamassem ele pelo nome social que coloquei”, relembra.

Agora com o novo documento do garoto em mãos, ela quer se desfazer de todas as lembranças ruins e recomeçar. O primeiro passo foi doar todo enxoval do pequeno - antes todo rosa e feminino.

“Agora não preciso mais pedir que o chamem pelo nome social. O meu filho é menino e agora isso vai estar no documento. Não vejo a hora de trocar tudo”, finaliza.

Mãe e filho estão sendo assistidos e também devem ter acompanhamento psicológico no sistema público de saúde do estado.

Certidão de nascimento foi entregue nesta segunda-feira (11) em Rio Branco (Foto: Arquivo pessoal)

Certidão de nascimento foi entregue nesta segunda-feira (11) em Rio Branco (Foto: Arquivo pessoal)

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

GIMAR - 12-06-2018 14:17:42

QUE LOUCURA

Responder

2
0


1 comentários

coluna popular
Emanuel falará com a imprensa pela tarde
Gosto por carros era tanto que faltou fazer sexo
Veja o resultado completo
Jogo duplo de candidato pode enterrar sua eleição
PT, MDB e PSDB possuem as maiores quantias

Últimas Notícias
24.06.2018 - 18:18
24.06.2018 - 18:17
24.06.2018 - 15:58
24.06.2018 - 10:30


Nenhum deles

Mauro Savi

Wilson Santos

Wagner Ramos

Eduardo Botelho

Prof. Allan Kardec

Nininho

Janaina Riva

Valdir Barranco

Romualdo Júnior

Saturnino Masson

Silvano Amaral

Sebastião Rezende

Max Russi

Guilherme Maluf

Gilmar Fabris

Dilmar Dal Bosco

Max Russi

Roberto Bezerra

Niuan Ribeiro

Paulo Araújo

Antônio Marçal

Josair Lopes

Waldir Caldas

Diany Dias

João Batista

Oscarlino Alves

Edmundo César

Henrique Lopes

Suelme Evangelista

Carlos Avalone

Carlos Brito

Leonardo Oliveira

Layr Mota

Cabo Juliano

Dr. Edvaldo

Professora Rita

Nieta

Sergio Lader

Diego Guimarães

Juca do Guaraná

Faissal

Gilmar Fabris

Ademir Brunetto

Pedro Satélite

Oscar Bezerra

Zeca Viana

Luizinho Magalhães

Baiano Filho

Branquinha

Jajah Neves

José Antônio Pilegi

Luis Braz

Emílio Populo

Marcio Mendes

Cláudio Sena

Emídio de Souza

Major EB Cicero

Guarda Sttefany

Auditor Claudemir

Sargento Joelson

Gisele Lopes

Dr. Divino Henrique

Sr. Elias

Dr. Ardonil

Eliseu Nascimento

Samir Katumata

Dilemário Alencar

Gislene Cabral

Madona

Túlio Fontes

Joyce Lombardi

Miley Alves

Lúdio Cabral

Césare Pastorello

Dr. Daude

Edinho Paiva

Alex Rabelo

Leonice Lotufo

Djalma Sabo Mendes

Maviane Ramalho



Informe Publicitário