Assim como Paulo, Jorge Taques também tem antecedentes criminais | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

COLUNA POPULAR Sábado, 09 de Junho de 2018, 01h:39 | - A | + A




Demitido por justa causa por cheque sem fundo

Assim como Paulo, Jorge Taques também tem antecedentes criminais

Por: Redação

Pedro Jorge Zamar Taques preso há um mês na “Operação Bônus” já constrangeu sua família antes. O seu primeiro emprego foi no Bemat e acabou demitido por improbidade e desídia.

O fato aconteceu nos anos 80. O seu irmão Jorge Aurélio tinha acabado de entrar no banco, para orgulho do seu João e da dona Vera, porém, em poucos dias tudo virou tristeza porque Pedro Jorge tinha sido demitido por justa causa da agência de São José dos Quatro Marcos.

O motivo da demissão não parece grave. O problema é que para os bancários é crime capital “liberar cheques sem a devida provisão de fundos”. A auditoria interna o pegou, e Pedro Jorge sabia que o caso era indefensável. Sumiu da cidade assim que começou o processo de demissão. Voltou para Cuiabá, e se tornou o bom menino de antes. Começou a advocacia ao lado dos irmãos, como Paulo Cesar, o ex-Chefe da Casa Civil, e preso pela terceira vez.

Achou que se voltasse para o crime protegido pelo primo governador, dessa vez não seria pego. Ontem, porém, o 'bom moço' completou 30 dias atrás das grades por mau comportamento. Agora por mais do que um cheque sem fundo, o roubo do Detran do qual são acusados foi mais sofisticado e alcançou a cifra de R$ 30 milhões, ao menos só o que foi descoberto até agora.

Não é à toa que o Ministério Público Estadual (MPE) disse em trecho do inquérito que investiva a organização criminosa, que Paulo Taques e Jorge Taques “vivem do crime”. Durante a deflagração da segunda fase da Operação Bereré, o MPE afirmou que os primos pedralhas “têm a atividade criminosa como seu modo de vida e de trabalho”.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Viviane - 09-06-2018 06:58:19

Então é genético!

Responder

28
2


Odário - 09-06-2018 06:57:36

Ser tachado como alguém que tem a atividade criminosa como modo de vida é algo que merecia no mínimo 100 anos de cadeia, pq se sair vai roubar e cometer crimes novamente. Se liga justiça

Responder

28
2


Irmãos pedrálhas - 09-06-2018 06:41:26

Respeita a máfia..

Responder

22
7


3 comentários