Pai e filho Malheiros condenados a pagarem R$ 3 milhões | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

COLUNA POPULAR Sexta-feira, 10 de Agosto de 2018, 18h:40 | - A | + A




Justiça de olho na família Malheiros

Pai e filho Malheiros condenados a pagarem R$ 3 milhões

O vereador Justino Malheiros Neto (PV), presidente da Câmara Municipal, e o seu pai, João Antônio Cuiabano Malheiros, ex-vereador e ex-deputado estadual, tiveram suas contas bancárias vasculhadas pela Justiça.

Os dois, pai e filho, deviam há três anos cerca de R$2,7 milhões para Roberto Abrão, e assinaram documento reconhecendo a dívida, mas não pagaram. O valor corrigido é de R$3,2 milhões.

A origem da dívida ainda é desconhecida, apesar do interesse despertado, as partes envolvidas no processo se desviam das perguntas. O senhor Abrão chegou a ser homenageado na Assembleia Legislativa, em maio de 2009, pelo então deputado João Malheiros (PR), e por suas mãos recebeu o título de Cidadão Mato-grossense. Falando em curiosidade, em 2015 o senhor Abrão repassou R$20mil para a conta da sobrinha do amigo deputado, a procuradora do Estado Marilci Malheiros.

A conta da procuradora era movimentada pelo marido Marcelo Costa, envolvido na “Operação Bereré”, em que teriam sido desviados R$30 milhões do Detran de 2009 a 2015.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários