Serviços públicos em Cuiabá serão ampliados | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

CUIABÁ Domingo, 08 de Julho de 2018, 15h:11 | - A | + A




Serviços públicos em Cuiabá serão ampliados

Por: Redação

O prefeito Emanuel Pinheiro e a Superintendente do Patrimônio da União, Lucimara Tavares, firmaram o acordo de cessão de uso gratuito de uma área localizada na Avenida Getúlio Vargas, que vai garantir a expansão dos serviços públicos em uma região estratégica, com fluxo intenso de pessoas e nas proximidades do Centro Histórico.

"O Centro Histórico está passando por um novo momento, uma mudança de conceito. Isso implica em trazermos os serviços municipais para esta região, promovendo uma movimentação ainda mais intensa no local, à medida que também investimos em uma nova perspectiva, que traga vida noturna a uma das regiões mais importantes da nossa cidade. E neste dia, fortalecemos esse compromisso, com o auxílio da Superintendência do Patrimônio da União de Mato Grosso, que de bom grado nos cede este prédio gratuitamente, localizado em uma posição tática - que assim como vai ao encontro da nossa premissa de atuação, também se encontra em um ponto de fácil acesso para toda a população", afirmou o chefe do Executivo.

Ainda que não seja tombado, o prédio acordado por meio do contrato de cessão possui especificidades da sua época de construção, no século XX. Situado ao lado do antigo Fórum, o local conta com um amplo espaço interno, com aproximadamente 2.000 m² de área construída. Até então sem qualquer tipo de uso, o local passará a ser cuidado pelo município, que ficará responsável por sua manutenção, não tendo qualquer custo com aluguéis. A destinação da estrutura ainda será definida pela Secretaria Municipal de Gestão.

"É importante pontuar que ao recebermos o direito de utilizar o prédio gratuitamente, teremos uma economia significativa de gastos, uma vez que a Prefeitura não terá que arcar com os altos custos mensais referentes ao aluguel. Aliado a isso, traremos mais vida para a região central, devolvendo o vigor a um prédio relativamente antigo, que futuramente receberá os serviços municipais", concluiu Márcio Puga, superintendente do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários