Procon desenvolve trabalho educativo nas escolas municipais | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018

EDUCAÇÃO Segunda-feira, 21 de Maio de 2018, 08h:48 | - A | + A




PROJETO

Procon desenvolve trabalho educativo nas escolas municipais

O Procon Municipal de Várzea está desenvolvendo o projeto “Procon na Escola”, que tem a finalidade de conscientizar alunos das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) do município de forma lúdica sobre a importância dos direitos do consumidor. O projeto visa conscientizar o consumidor-mirim, por meio da educação, com desenvolvimento de atividades lúdicas, tais como histórias infantis do cotidiano consumerista, encenação teatral e  exposição dos serviços realizados pelo Procon/VG. Cerca de 1,6 mil estudantes estão sendo atendidos pelo projeto.  

A programação ocorre toda última sexta-feira do mês. O projeto iniciou em março de 2018 e contempla alunos do 1° ao 9º ano do Ensino Fundamental com conceito de consumidor e fornecedor, finalidade do Procon, nota fiscal, produto vencido (data de validade) e preço dos produtos.   

O objetivo central do projeto piloto é conscientizar os alunos da rede municipal sobre as questões relacionadas ao consumo financeiro e também ao uso consciente de recursos energéticos, como água e luz. Todas as unidades de ensino da rede receberá o projeto.

O projeto será expandindo e levado para mais escolas da cidade. O objetivo é iniciar a educação para o consumo na infância e garantir uma sociedade mais consciente. “O ‘Procon na Escola’ cumpre uma política estruturante em garantir melhoria na qualidade de vida do várzea-grandenses. Acreditamos que é possível mudar a realidade em que  vivemos através das crianças, por meio da educação, garantindo uma rede de abrangência muito maior que a sala de aula”, disse a coordenadora do Procon Municipal, Carolina Barbosa Costa.

A coordenadora destacou a importância do papel dos alunos na conscientização de suas famílias e amigos para o consumo consciente. “Ao ver um brinquedo ou uma roupa legal, é normal cair na tentação de pedir para o pai ou para a mãe. Mas vocês precisam pensar: eu realmente preciso disso? É preciso investir primeiro no essencial: alimentação, as contas de luz e água, entre outros. Nosso principal objetivo é formar cidadãos críticos capazes de se organizar também financeiramente”, disse.

As escolas recebem técnicos capacitados do Procon-VG para trabalhar  o assunto com crianças e adolescentes. Para isso, todas as crianças após terem participado da palestra recebem Kits com cartilha e folders informativos e interativos sobre os mais variados temas como vida financeira, alimentos, saúde e segurança, além do código de defesa do consumidor e o caderno de atividades.

“É mais uma oportunidade para os nossos alunos ampliarem a consciência sobre a importância da responsabilidade social e ambiental na hora do consumo, com visão crítica. A escola também é espaço para estas questões serem discutidas e multiplicadas para toda sociedade”, afirma à coordenadora.

Durante a capacitação, os alunos são orientados sobre como multiplicar todo o conteúdo assimilado para pais, parentes, amigos, vizinhos e também para a comunidade escolar.

As unidades escolares EMEB Joaquim Coelho da Cruz; EMEB Lucia Leite Rodrigues; EMEB Apolônio Frutuoso e EMEB Marilce Benedita de Arruda  são as beneficiadas nesta etapa inicial do projeto com cerca de 1,6 mil alunos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários