Empresário morre com suspeita de H1N1 em MT | MUVUCA POPULAR

Sábado, 26 de Maio de 2018

GERAL Quarta-feira, 16 de Maio de 2018, 09h:35 | - A | + A




Empresário morre com suspeita de H1N1 em MT

A cidade de Várzea Grande registrou mais um caso suspeito de H1N1. Na madrugada da última segunda-feira (14), o empresário Wagner Api, 32 anos, morreu com suspeita da doença, após passar mais de 15 dias internado na área de isolamento do pronto-socorro da cidade (PSVG).  O empresário deu entrada no PSVG no dia 24 de abril com quadro clínico que se confundia com uma parada cardiorespiratória. Após, os exames apontaram que o paciente estava com pneumonia.

Os sintomas apresentados por ele levantaram a suspeita da equipe médica de possível caso de H1N1.  Exames foram encaminhados para o Laboratório Central (Lacen) e irão confirmar ou não se ele estava com o vírus influenza. Os resultados devem ficar prontos dentro de até 30 dias.  Somente neste ano, Mato Grosso já registrou 275 casos de influenza, sendo que 61 foram confirmados (22,18%).

Ao todo, são 28 óbitos suspeitos no Estado, sendo que 01 (3,57%) foi confirmado para influenza A não subtipado, 2 (3,27%) influenza A H1N1; 1 (3,57%) por influenza A/H3 Sazonal; 1 (3,57%) por influenza B; 13 (46,42%) SRAG não especificado; 1 (3,57%) ignorado e 6 estão sob investigação 21,42% (6/28). 

A transmissão dos vírus influenza se dá por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). A forma de prevenção é vacina contra a doença. No próximo sábado (19), Cuiabá e Várzea Grande devem realizar o dia “D” de imunização contra a doença. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários