Presidente da AMAM quer detectores de metais manuais em Fóruns | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

GERAL Terça-feira, 02 de Outubro de 2018, 11h:05 | - A | + A




Juiz baleado

Presidente da AMAM quer detectores de metais manuais em Fóruns

"O ambiente de trabalho, dos nossos fóruns, não são locais exatamente seguros"

Por: Redação

Depois do atentado sofrido pelo juiz Carlos Eduardo de Moraes e Silva, baleado nesta segunda-feira (1) no Fórum da cidade de Vila Rica (1.268 quilômetros de Cuiabá), o presidente da Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM), José Arimatéia Neves Costa, vai propor ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) a utilização de detectores de metais manuais.

Segundo informações do Tribunal de Justiça, o réu entrou armado na audiência e o magistrado, ao perceber, tentou segurar a arma e foi atingido no braço. O bandido, que não teve o nome divulgado, foi morto por um policial militar, que fazia a segurança do local.

No último dia 27 de setembro um outro juiz foi atacado no interior de Mato Grosso. O juiz Jorge Hassib Ibrahim foi agredido com um soco pelo advogado Homero Amilcar Nedel. O presidente da AMAM disse que o risco nos fóruns é conhecido.

“É uma situação que preocupa, nós tínhamos consciência de que o ambiente de trabalho, dos nossos fóruns, não são locais exatamente seguros e a prova são situações como estas que ocorreram recentemente”.

José Arimatéia afirmou que já há uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que faz recomendações de segurança aos Fóruns do país, no entanto, em muitos tribunais isto ainda não foi seguido.

Pela dificuldade em encontrar empresas terceirizadas que ofereçam este serviço no interior do Estado, Arimatéia disse que a AMAM fará recomendações do TJ, caso não queira arcar com todos os custos destes serviços.

“Nós vamos fazer uma propositura no Tribunal para que sejam adotadas medidas, pelo menos de caráter preventivo, para mudar este estado. Pelo menos um detector de metais, daqueles manuais, uma raquete, algo deste tipo, para passar em pessoas que, em uma triagem inicial possa apresentar alguma suspeita, isto tem que ser feito, não é tão difícil de fazer”.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários