Lei sobre "Fest Bugres" é sancionada | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

GOVERNO Segunda-feira, 03 de Setembro de 2018, 18h:34 | - A | + A




FESTIVAL DE PESCA

Lei sobre "Fest Bugres" é sancionada

De autoria do deputado Saturnino Masson (PSDB), a Lei de nº 10.755/2018, sancionada pelo Poder Executivo, insere no calendário oficial de eventos de Mato Grosso, o “Fest Bugres” - Festival Regional de Pesca de Barra do Bugres, que ocorre anualmente no mês de abril. O município esta localizado no médio norte do estado, apresenta uma economia totalmente voltada para o agronegócio, mais especificamente da indústria sucroalcooleira e bovinocultura de corte. Barra do Bugres conta ainda com uma usina de bioenergia álcool, biodiesel e açúcar, que também produz eletricidade.

O “Fest Bugres” é o evento mais importante que ocorre no município desde os anos 1970 e surgiu da reunião entre amigos para momentos de descontração na beira do rio. A iniciativa de reunir os amigos em torno da pescaria foi de Benedito Sales, Milton Prado e Jamil Ourives.

Com o passar dos anos, a ideia de lançar um evento para competidores da região foi colocada em prática e em 1995 ocorreu à primeira edição do Festival Regional de Pesca de Barra do Bugres, e em meados de 2002 se tornou Fest Bugres (estadual). Desde 2011 foi elevado a categoria de Festival Internacional de Pesca (FIP), atraindo turistas de outros estados e de outros países.

De acordo com o parlamentar, trata-se de um grande evento cultural, encontra-se na sua 24ª edição, já se tornou tradição e atração cultural do município.

“O evento oferece entretenimento aos visitantes, fortalece a cadeia produtiva do turismo, agrega valores e gerando emprego e renda a população local e se faz merecedor de compor o calendário cultural oficial do Estado”, declarou Saturnino.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários