Pedro Taques não cumpre promessa e Museus são fechados por falta de recurso  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

GOVERNO Segunda-feira, 03 de Setembro de 2018, 14h:49 | - A | + A




PROMESSA NÃO CUMPRIDA

Pedro Taques não cumpre promessa e Museus são fechados por falta de recurso

Oito museus de Mato Grosso estão fechados por falta de recurso do governo do estado

Por: Helena Corezomaé

Oito museus de Mato Grosso estão fechados por falta de recurso do governo do estado. Em Cuiabá, o único que continua ativo é o Museu Dom Aquino, que está aberto, pois a administração tira do próprio bolso para custear sua manutenção.

Os museus do estado possuem peças raríssimas, de valor inestimável, mas foram deixados de lado pela administração pública e o governo do estado.

Em junho de 2015 o governador Pedro Taques (PSDB) fechou um acordo com a Casa Barão de Melgaço. O objetivo era transformar o espaço em uma biblioteca para os jovens. Na época a administração recebeu a proposta de alugar o prédio e desenvolver várias atividades no local, mas como o governador havia se comprometido em fazer uma biblioteca eles esperaram.

Museu contrato

 

“A espera já dura três anos e meio, o contrato está assinado, foi publicado no diário oficial da União e mesmo assim não foi cumprido”, declarou Eduardo Mahon, ex-presidente da Academia Mato-grossense de Letras. Eduardo também ressaltou que “nunca havia acontecido isso nos museus do estado, o Museu Dom Aquino está ativo por que a administração paga do próprio bolso. Enquanto isso, uma orquestra recebe de R$3 a R$4 milhões do estado, isso é injusto”.  

Livros, fotografias, cadeiras e todo material histórico do estado está no chão ou empilhado de forma inadequada na Casa Barão de Melgaço. 

Casa Barão de Melgaço

A casa foi construída entre 1775 e 1777, mas em 1843 passou a ser residência do francês naturalizado brasileiro Almirante Augusto João Manoel Leverger. Casado com a cuiabana Ignez de Almeida Leite, o militar defendeu o Brasil durante a Guerra do Paraguai e recebeu de Dom Pedro II o título de Barão de Melgaço. Após cinco mandatos como governador do Mato Grosso, ele ficou conhecido como o político que passou mais tempo na gestão do Estado e também por seus trabalhos enquanto historiador, geógrafo, pesquisador e escritor.

Após a morte do Barão, a residência passou por herança a seus descendentes e foi desapropriada ainda em 1926. Em 1930, passou a ser a sede do Instituto Histórico e Geográfico do Mato Grosso e da Academia Mato-grossense de Letras. Foi também a sede da primeira Faculdade de Direito de Cuiabá. O edifício é tombado individualmente pelo Estado de Mato Grosso e está localizada na área de entorno do Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico de Cuiabá, tombado pelo Iphan. 

Museu2

 

Museu3

 

Museu1

 

 

 
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carla Nascimento - 03-09-2018 16:19:50

Que cenário triste, olha a foto de Rondon apodrecendo sem cuidados no meio dos ratos. Meu Deus, que governo insensível, sem cultura!

Responder

8
0


1 comentários