Sem repasse do governo diretores das escolas estaduais paralisam atividades  | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

GOVERNO Terça-feira, 07 de Agosto de 2018, 09h:00 | - A | + A




Paralisação dos diretores

Sem repasse do governo diretores das escolas estaduais paralisam atividades

A paralisação se deve à falta de repasse financeiro para custeio das 774 escolas de Mato Grosso.

Por: Helena Corezomaé

Diretores da rede estadual decidiram paralisar as atividades nesta terça-feira (7). A paralisação se deve à falta de repasse financeiro para custeio das 774 escolas de Mato Grosso.

Dimas Antônio Silva, presidente do Colegiado de Diretores de Cuiabá e do Vale do Rio Cuiabá, informou que será realizado um protesto a partir das 14h, no Palácio Paiaguás. Durante a manifestação será decidido se eles voltam às atividades ou continuam a paralisação até receber o recurso do governo.  

Segundo o presidente do Colegiado a paralisação é necessária por que o governo só fez um dos quatro repasses previstos para 2018. O primeiro foi dividido em quatro vezes e o segundo foi pago parcialmente, apenas 25%.

“O governo também alterou a data do segundo pagamento para junho e, mesmo assim, não pagou o restante de 70%. Agora, temos o repasse de setembro e dezembro que ninguém sabe como ocorrerá. Em 2016 e 2017, recebemos apenas nos últimos dias do ano, o que fez com que os diretores comprassem fiado e ficassem inadimplentes ao praticar esse algo ilegal” disse.

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) será realizado o repasse na próxima segunda-feira (13/8) do restante da segunda parcela do Projeto Político Pedagógico (PPP) / Programa de Desenvolvimento da Escola (PDE) para as unidades escolares da rede. A quantia é destinada à manutenção e execução dos trabalhos nas unidades escolares da rede estadual de ensino. No total serão repassados R$ 7.008.576,94, que correspondem a 70% da segunda parcela do PPP/PDE.

Contudo, mesmo estipulando data para a realização dos repasses, parte dos diretores decidiu paralisar as atividades por um dia, nesta terça-feira.

Sobre essa decisão a secretária de Educação, Esporte e Lazer, Marioneide Kliemaschewsk, lamenta o fato e esclarece que “a medida prejudica o aluno, que terá o calendário escolar comprometido em virtude das inúmeras ações pedagógicas que estão em andamento nas escolas para a melhoria da aprendizagem dos estudantes” conclui.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Dom Quixote de La Mancha - 07-08-2018 10:19:52

Dona Eda Taques pede para o seu filho pagar a merenda das crianças. Cara não consegui sequer repassar o dinheiro da merenda escolar e quer ser reeleito, por favor, já deu Pedro Taques, tchau.

Responder

19
2


1 comentários