Igreja Batista Getsemâni

TCE investiga se candidato ao senado bancou festa

Redação

Nesta quarta-feira (11) o Tribunal de Contas do Estado (TCE), abriu um processo de tomada de contas para investigar o ex-secretário de Estado de Meio Ambiente, Carlos Fávaro (PSD) de destinar recursos do Fundo de Apoio à Madeira (Famad) para a realização de uma confraternização de fim de ano com servidores da Pasta.

A festa supostamente bancada com dinheiro do fundo ocorreu no dia 16 de dezembro de 2016, conforme a denúncia. No local, havia nomes, símbolos e imagens que poderiam configurar promoção pessoal de Fávaro, que na época era vice governador. Segundo o Ministério Público de Contas (MPC), os pagamentos foram autorizados por Fávaro.

O promotor Gustavo Coelho Deschamps, pediu que o parlamentar fosse citado para responder a ação de julgamento de contas.

Relator do caso, o conselheiro interino Luiz Carlos Pereira, entendeu que o episódio pode configurar promoção pessoal com recursos públicos, situação esta que obrigaria Fávaro a devolver o dinheiro retirado do Famad, em caso de condenação.

Com a decisão de iniciar um processo de tomada de contas, será feito cálculo do montante retirado dos cofres públicos para bancar a confraternização.

Atualmente, Fávaro é pré-candidato ao Senado na chapa que tem o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), como nome ao governo. Eleito vice em 2014, Fávaro foi nomeado secretário pelo governador Pedro Taques (PSDB) em abril de 2016 e ficou no cargo até o dia 19 de dezembro de 2017.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: http://www.muvucapopular.com.br