Igreja Batista Getsemâni

Medeiros, Wellington e Cidinho aprovam aumento de salário de Ministros

Despesa deve chegar a R$ 4 bilhões

Helena Corezomaé
Redação

Todos os senadores eleitos por Mato Grosso votaram a favor do aumento de salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O impacto no bolso do contribuinte do “efeito-cascata” pode chegar a R$ 4 bilhões.

Cidinho Santos (PR), José Medeiros (Pode) e Wellington Fagundes (PR) aprovaram que o pagamento dos ministros passe de R$ 33,7 mil para 39,3 mil, o que representa um aumento de 16,38%.

O projeto de lei obteve 41 votos favoráveis, 16 foram contra e somente um decidiu se abster.  

O aumento passará a valer a partir da sanção presidencial. É prerrogativa do presidente da República vetar a proposta, se assim desejar. Assim, a decisão agora está nas mãos de Michel Temer (MDB).

Os senadores também aprovaram um segundo projeto que também reajusta em 16% o salário para o cargo de procurador-geral da República - os vencimentos também passarão para R$ 39,2 mil. A proposta foi aprovada de forma simbólica, sem contagem de votos.

A mudança gera um efeito-cascata nas contas, porque representa o teto do funcionalismo público. Caso o limite seja alargado, aumenta também o número de servidores que poderão receber um valor maior de gratificações e verbas extras que hoje ultrapassam o teto.

Segundo cálculos de consultorias da Câmara e do Senado, o reajuste poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: http://www.muvucapopular.com.br