OAB-MT faz alerta sobre níveis de violência contra idosos e formas de combate | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

MATO GROSSO Quarta-feira, 25 de Julho de 2018, 09h:42 | - A | + A




A VOZ DO IDOSO

OAB-MT faz alerta sobre níveis de violência contra idosos e formas de combate

Por: Redação

Um alerta sobre os caminhos da violência contra idosos e as formas de combatê-la e denunciá-la foi iniciado pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) com a divulgação de um material produzido pela Comissão de Direito do Idoso. Nele consta o “violentômetro”, uma espécie de medidor das situações de violência em escala que podem ser cometidas contra as pessoas acima de 60 anos, desde o uso de piadas ofensivas, por exemplo, à morte da vítima.
 
    Um rol de atos violentos consta do panfleto produzido pela Comissão para ser distribuído junto às prefeituras e demais instituições públicas com alertas sobre a negligência e as violências financeira, afetiva, psicológica, social, sexual e física vivenciadas pelos idosos, ainda vítimas de abandono.   
 
    O alerta “A violência está presente” consta da primeira etapa representada pelo “violentômetro”, com atos que vão desde as piadas ofensivas e chantagens à atitude de humilhar o idoso em público. Na sequência, com o alerta “Não permita tais atitudes”, o medidor engloba atos como intimidação e ameaça à negativa de auxílio necessário. O sinal totalmente “vermelho” com a mensagem “Procure um profissional” dá-se com relação a atos que vão desde um beliscão, um empurrão ou um tapa à morte da vítima.
 
    “Queremos a divulgação desse material no máximo de instituições e entidades possíveis para somarmos esforços e impedir e combater essas atitudes, que vão desde coisas sutis à morte dos idosos. As pessoas precisam conhecer os canais de denúncia e quanto mais parceiros tivermos nessa causa, melhor a mensagem chegará a quem precisa”, ponderou o presidente da Comissão de Direito do Idoso, Isandir Rezende.
 
    A atenção aos direitos da pessoa idosa também está destacada no material produzido pela Comissão, cujo trabalho é zelar para que sejam respeitados. Atualmente, uma das questões que mais tem afligido idosos em Mato Grosso é conseguir a gratuidade no transporte público, direito assegurado pelo Estatuto do Idoso, mas que vem sendo desrespeitado.
 
    “Para a garantia de direitos a OAB-MT não se furta de maneira nenhuma de entrar nas causas que são necessárias. Estamos averiguando essa situação no Estado para avaliarmos as melhores formas de atuar para assegurar esse direito à pessoa idosa”, acrescentou o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos.
 
    Os canais para denunciar violência contra o idoso são Disque 100, Disque 190 e o telefone do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Cededipi), o (65) 3613-9981.
 
 
Assessoria de Imprensa OABMT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0928/0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários