Detida por suspeita de dirigir alcoolizada, americana argumenta com policial: "Sou branca" | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

MUNDO Quinta-feira, 09 de Agosto de 2018, 15h:56 | - A | + A




“EU SOU BRANCA”

Detida por suspeita de dirigir alcoolizada, americana argumenta com policial: "Sou branca"

Por: Terra.com

Lauren Cutshaw também disse à polícia que deveria ser liberada por ter sido líder de torcida. Ela foi acusada de dirigir em alta velocidade, sob efeito de álcool.

ma mulher americana presa após desrespeitar um sinal vermelho em alta velocidade, alcoolizada e com maconha no carro pediu à polícia que a liberasse por ser "uma garota limpa e de raça pura branca", segundo relatório policial.

Um dos agentes que a abordaram, que é branco, afirmou que Lauren Cutshaw, de 32 anos, apelou a ele por um tratamento especial baseado em sua raça.

 

Quando questionada o que justificaria o pedido, ela respondeu: "Você é policial, você deve saber o que isso significa", diz no relatório.

A mulher foi presa no sábado à noite e foi também acusada de posse de drogas.

Direção perigosa

Cutshaw foi parada pelos policiais depois de avançar por uma placa de pare a uma velocidade de 96 km/h, em Bluffton, na Carolina do Sul.

Quando foi abordada, ela argumentou que não deveria ser presa e listou motivos que iam além do fato de ser branca.

Ela disse aos policiais que tirou notas perfeitas a vida inteira, que foi líder de torcida, membro de uma irmandade na graduação, que se formou em uma "universidade altamente credenciada" e que seu parceiro era policial, de acordo com relatório policial cujo teor foi divulgado pelo site de notícias locais The Island Packet.

O documento registrava ainda: "Fazer afirmações como essas como meio de justificar não ser presa é algo incomum, de acordo com o que já ouvi em minha experiência como agente da lei, e acredito que demonstre o nível de embriaguez da suspeita".

No momento da abordagem, o nível de álcool no sangue de Cutshaw estava em 0,18% - o limite legal é de 0,08% - e ela também falhou nos testes de sobriedade.

Seus olhos estavam vermelhos e vidrados e sua fala estava enrolada, segundo a polícia.

Ela teria dito aos policiais que só bebeu dois copos de vinho em um restaurante de luxo, onde estava comemorando o seu aniversário.

A polícia também encontrou maconha em seu carro. De acordo com o relatório, Cutshaw disse que "podia ter" fumado mais cedo naquela noite.

Ela foi acusada no Centro de Detenção do Condado de Beaufort por dirigir alcoolizada, em excesso de velocidade e por porte de maconha.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários