Estudante de Medicina morre ao cair de prédio em Cuiabá | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

POLÍCIA Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018, 16h:39 | - A | + A




Setembro Amarelo

Estudante de Medicina morre ao cair de prédio em Cuiabá

Já é o terceiro caso de suicídio neste mês

Por: Daniela Castro

O estudante de medicina J. C. J., 37 anos, morreu na manhã dessa quinta-feira (20) após cair do prédio onde morava, na Avenida Beira Rio, em Cuiabá. Conforme testemunhas, o universitário teria ingerido veneno de rato e se jogado do prédio.

A Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoas (DHPP) deve investigar o caso. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também compareceu ao local para realizar perícia.

Se confirmado, esse é o terceiro caso de suicídio neste mês na Capital. Na noite desta terça-feira (18), o policial federal L.C.A., de 27 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, dentro de seu apartamento, no Bairro Terra Nova, em Cuiabá.

O outro caso ocorreu dia 6 de setembro, quando um funcionário do Hotel Paiaguás, W.R., de 46 anos, se jogou do prédio na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), em Cuiabá.

Ajuda do CVV

O CVV realiza a campanha 'Setembro Amarelo' até o dia 30 de setembro, conscientizar a população sobre a prevenção do suicídio. O objetivo da campanha é alertar as pessoas para a realidade do suicídio no Brasil e suas formas de prevenção.

De acordo com o CVV, uma simples conversa, seja com conhecido ou desconhecido, de forma acolhedora e sem críticas já ajudaria a pessoa a superar aquele momento difícil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) lembra que muitos suicídios são cometidos por impulso, em momentos de crise.

Os atendimentos no CVV são realizados por voluntários de forma gratuita. As pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, podem entrar em contato por telefone, e-mail, chat e Skype 24 horas todos os dias.

Para conversar com um voluntário do CVV é só ligar 188 ou, em Cuiabá, também há a opção pelo número (65) 3321-4111. Os dois canais funcionam 24 horas.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários