Bolsonaro confirma a extinção do Ministério do Trabalho | MUVUCA POPULAR

Sábado, 17 de Novembro de 2018

POLÍTICA Quarta-feira, 07 de Novembro de 2018, 15h:07 | - A | + A




E trabalhador fica como?

Bolsonaro confirma a extinção do Ministério do Trabalho

No próximo dia 26 de novembro, a pasta completa 88 anos de existência

Por: Daniela Castro, com info de Agências de Notícias

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou, hoje, logo após o almoço no Supremo Tribunal Federal (STF) com o presidente da corte, João Otávio de Noronha, em Brasília, que o Ministério do Trabalho deverá ser absorvido por uma outra pasta em seu governo. No próximo dia 26 de novembro, a pasta completa 88 anos de existência.

“O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério”, afirmou Bolsonaro, sem dizer qual será a pasta.

Em nota divulgada nesta terça-feira (6), o Ministério do Trabalho afirmou que o futuro do trabalho e suas múltiplas e complexas relações precisam de um ambiente institucional adequado para a sua compatibilização produtiva. “E o Ministério do Trabalho, que recebeu profundas melhorias nos últimos meses, é seguramente capaz de coordenar as forças produtivas no melhor caminho a ser trilhado pela Nação Brasileira”.

Leia mais: Nota Pública - Ministério completa 88 anos em defesa do trabalhador

Com uma taxa de desemprego de 11,9%, o Brasil tem 12,4 milhões de pessoas sem trabalho. A promessa de geração de vagas com a reforma trabalhista, implementada no governo de Michel Temer e que acaba de completar um ano, não vingou: o número de empregos com carteira encolheu 1%, para 32,9 milhões, enquanto o de trabalhadores informais chegou a 35 milhões em setembro, de acordo com o IBGE.

As centrais sindicais fizeram coro às reclamações dos técnicos do Ministério do Trabalho. Em nota divulgada nesta terça-feira (06), a Força Sindical considerou "nefasta" a ideia de extinguir o ministério. Já CUT considerou que a medida "levará a uma nova ofensiva de retirada de direitos e de precarização das relações de trabalho".

O jornalista Leonardo Sakamoto, através do seu blog, expressou preocupação com as fiscalizações do trabalho escravo no Brasil. “O novo governo vai garantir apoio e recursos para que a fiscalização continue constatando as condições de saúde, segurança e dignidade dos trabalhadores, corrigindo os problemas e autuando os responsáveis ou será desidratada para atender às demandas por ''flexibilização'' de setores econômicos e empresários que apoiaram a candidatura vencedora?”.

Leia mais: Fim do Ministério do Trabalho vai desidratar a fiscalização de empresas

Ministério do Trabalho

Além de coordenar as políticas de geração de emprego e renda, viabilizar o acesso a serviços e benefícios (como o registro profissional, o seguro-desemprego e o abono salarial e a emissão de carteira de trabalho) e mediar a relação entre empregadores nacionais e trabalhadores estrangeiros, o ministério é responsável por fiscalizar o cumprimento das leis trabalhistas. E é essa a parte mais sensível dessa mudança.

#NinguémSoltaDaMãoDeNinguém

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maria - 08-11-2018 14:24:02

Lembram o que ele prometeu???!!! Não vou privatizar a Petrobrás ,o Banco do Brasil !!! ESQUEÇAM !!! Não passaram nem 30 dias , e agora o posto Ipiranga disse; vamos INCORPORAR o BB ao Bank of America !!!kkkkkkkkkkkkk.... é só a ¨cabecinha¨povinho idióta !!!

Responder

3
1


INDIGNAÇÃO - 08-11-2018 11:21:41

Isso aí presidente, governe bem por nós e por deus.

Responder

2
4


Concordadissimo - 07-11-2018 23:08:17

Aplausos ao novo presidente!!! Afinal de contas. ....qual inovação do MPT, avanços na área. .... curso para diminuir o índice do desemprego nao conseguem fazer. .....Hoje é muitas e mais multas .....esta não é a finalidade precipua. Todo mundo sabe que existe. ......mas..... multa por si só não gera empregos! Ao contrário.....gera desemprego. Esta correto o presidente.

Responder

4
10


Bolão - 07-11-2018 20:16:28

Parabéns aos Bolsominions e simpatizantes, o seu líder Bolsofake está pondo em prática o discurso de washington, em primeiro momento acabando com o Ministério do Trabalho depois articular o fim da CLT e da previdência, logo as portas da senzala abrirão de novo! Não precisa ter uma bola de cristal para saber que logo o Brasil poderá ficar pior que a tão falada Venezuela! Depois disso haverá muito trabalho só que sem receber nada, talvez quem sabe um prato de comida em troca!

Responder

12
2


4 comentários