“Fui discriminado e não poderei participar do último debate”, declara candidato ao governo  | MUVUCA POPULAR

Sábado, 20 de Outubro de 2018

POLÍTICA Segunda-feira, 01 de Outubro de 2018, 15h:13 | - A | + A




ELEIÇÕES 2018

“Fui discriminado e não poderei participar do último debate”, declara candidato ao governo

Candidato Arthur Nogueira (Rede) não participará de último debate na Tv Centro América

Por: Helena Corezomaé

O candidato ao governo de Mato Grosso, do partido Rede Sustentabilidade, Arthur Nogueira, não participará do último debate na televisão que será realizado nesta terça-feira (2) pela TV Centro América, afiliada da Rede Globo.

“Eu me sinto descriminado, por que essa é a primeira eleição que a Rede participa. Os outros veículos de comunicação possibilitaram a nossa participação, mas essa vetou. Se nós estivéssemos falando de 10 ou 15 candidatos tudo bem, mas nós estamos falando de cinco candidatos. Eu penso que a democracia não foi respeitada”, declarou.

Arthur Nogueira informou que não entrará na justiça, mas pede para que a população avalie o comportamento do veículo de comunicação.

Conforme o artigo 46 da lei 13.488/​2017, que estabelece as regras da campanha, determina que as emissoras de rádio e TV são obrigadas a convidar para os debates os candidatos dos partidos que tiverem no mínimo 5 parlamentares no Congresso Nacional, entre deputados e senadores.

Quanto aos demais candidatos, as emissoras têm autonomia para convidar ou não. Este é o caso de Arthur Nogueira, já que seu partido Rede foi criado recentemente e ainda não passou por nenhum processo eleitoral. Porém, a TVCA foi à única de Mato Grosso que decidiu não convidar.

Como não vai participar do último debate Nogueira pede para que os eleitores o acompanhe nas redes sociais.

“Me acompanhe na internet, veja os debates que participei e faça essa comparação. Avalie e pesquise os outros candidatos, com quem eles estão coligados, se são as mesmas pessoas de sempre, por que essa fatura chegará quando ele for eleito. E que Deus nos ajude a chegar no segundo turno, por que aí esse veículo de comunicação não poderá nos vetar e teremos a mesmas oportunidades e a população poderá ver quem é quem”, finalizou.

Debate

O debate será transmitido ao vivo pela rede de televisão, logo após a novela “Segundo o Sol” e terá a participação dos candidatos Mauro Mendes (DEM), Moisés Franz (PSOL), Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR), será no auditório da emissora e terá quatro blocos.

O confronto será no auditório da emissora e terá quatro blocos. No primeiro, com perguntas com tema livre. O segundo, questionamentos com tema determinado. O terceiro, novamente com perguntas de temas livre e, por fim, o último bloco, perguntas com temas determinado e considerações finais. Em todos os blocos, cada candidato terá direito a fazer uma pergunta.  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Laila Dutra - 01-10-2018 19:07:58

Realmente é uma vergonha o comportamento de certas emissoras... Isso não é justo! Arthur Nogueira foi o único a comparecer à todos os debates.. O que o torna menos dignos que os outros candidatos? Mto pelo contrário.. Ele sim é digno e competente

Responder

14
2


Nhô - 01-10-2018 16:01:57

Tadinho, tão cheio de ideias, vai fazer falta

Responder

11
5


Carlos Nunes - 01-10-2018 15:52:15

A posição do Arthur Nogueira, cuiabano, ex-superintendente da Polícia Rodoviária Federal, está correta...a Rede Globo é assim mesmo, não é muito democrática. Não custava nada incluir o candidato no debate, pros eleitores verem suas propostas...mas não vai incluir...tinha autonomia pra convidar ou não, mas não vai convidar. Nem vou assistir o debate, pois lá é tudo "politicamente correto", chato pra burro. É como o Ratinho disse outro dia, em seu programa, o povão não quer ver o politicamente correto...o povão quer é porrada, no bom sentido é claro, onde um candidato aponte os defeitos dos outros, Afinal de contas, Eleição é igual Casamento, quando o padre diz: se alguém sabe de alguma coisa que impeça esse Casamento, que fale agora ou se cale pra sempre. Comparativamente: se alguém sabe de alguma coisa "PODRE" sobre algum candidato, que fale ANTES DA ELEIÇÃO, senão depois o cara é eleito, e ninguém tira mais. Se alguém sabe se algum candidato a Governador passou a mão no bereré, encheu os bolsos com pacotes de dinheiro, que fale AGORA.

Responder

20
3


3 comentários