Juiz suspende eleições da Fiemt e cassa candidatura de ex-secretário | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

POLÍTICA Quinta-feira, 19 de Julho de 2018, 16h:57 | - A | + A




GOLPE DA OPOSIÇÃO

Juiz suspende eleições da Fiemt e cassa candidatura de ex-secretário

Por: Vitória Tumelero

Nesta quinta-feira(19), o empresário Gustavo de Oliveira, ex-secretário de Estado de Fazenda, teve o registro de chapa da sua candidatura cassado pelo juiz da 6ª Vara do Trabalho de Cuiabá, Aguimar Martins Peixoto. A eleição para a presidência da Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT) que seria realizada no dia 03 agosto está suspensa até a regularização do candidato.

O empresário Domingos Kennedy Garcia Sales, candidato à presidência pela oposição, protocolou a ação na 6° Vara do Trabalho de Cuiabá alegando que Gustavo de Oliveira está afastado de atividades econômicas empresariais de indústrias há mais de três anos, o que fere o estatuto da Fiemt, onde exige dois anos de efetivo na área de empresário industrial.

De acordo com informações, Gustavo atuou na gestão de Pedro Taques(PSDB) de 2015 a 2017.

O juiz Aguimar Martins acatou a denúncia de Domingos Kennedy e reconheceu as alegações. “Tenho por presentes os elementos que evidenciam a probabilidade do direito e a demonstração do perigo de dano, consoante inteligência da novel ordem jurídica instituída pelo CPC/2015, nos arts.300”, argumentou Aguimar.

Em decisão, o magistrado deferiu a tutela de urgência para suspensão do registro de candidatura do primeiro réu e do registro da chapa, posteriormente, suspendeu as eleições até a regularização do candidato a presidente da chapa.

“Expeça-se mandado para cumprimento desta ordem diretamente na pessoa do presidente da entidade demandada, e do primeiro réu, intimando-os ainda para, no prazo legal, apresentarem contestações, sob pena de revelia”, pontuou.        

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários