Wellington Fagundes arrecada R$ 1 milhão e gasta R$ 2,1 milhões | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018

POLÍTICA Sábado, 08 de Setembro de 2018, 15h:03 | - A | + A




Wellington Fagundes arrecada R$ 1 milhão e gasta R$ 2,1 milhões

Por: Redação

O candidato a governador de Mato Grosso Wellington Fagundes (PR) atualizou sua prestação de contas junto à Justiça Eleitoral, no último dia 1º, e declarou já ter arrecadado mais de R$ 1 milhão para sua campanha, sendo R$ 1 milhão oriundo da direção nacional do partido e outros R$ 15 mil de recursos próprios.

No quesito despesas, as contratadas já somam mais de R$ 2,1 milhões, sendo que já foram pagos R$ 871,4 mil. Os gastos estão concentrados na produção de programas de rádio e televisão (73,59%), serviços prestados por terceiros (12,69%), locação/cessão de bens imóveis (5%), publicidade por adesivos (4%) e publicidade por materiais impressos (1,4%).

Otmar de Oliveira

Wellington Fagundes (PR)

São 66 fornecedores declarados até o momento, sendo os 10 que mais receberam: Plano B Produtora de Filmes Eirelli ME (R$ 380 mil), AFPL Agência de Monitoramento de Informações Ltda (R$ 168 mil), Gilmar Moura de Souza ME (R$ 150 mil), Agência de Marketing e Publicidade OZ Ltda ME (R$ 120 mil), Cuiabá Auto Shopping Empreendimento Imobiliário Ltda (R$ 103 mil), Confistec Assessoria Contábil S/C (R$ 80 mil), Speed Rótulos Adesivos e Mídia Eirelli ME (R$ 73,8 mil), Tao Locadora de Equipamentos Cinematográficos Ltda ME (R$ 70 mil) e Mais X Produções Ltda (R$ 60 mil), Lu Barcellos (R$ 56 mil).

Os dados estão disponíveis no sistema de divulgação de candidaturas e prestações de contas, no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT), o DivulgaCandContas. Até o dia 27 de agosto, Wellington Fagundes havia declarado arrecadação de R$ 515 mil e despesas de R$ 1,4 milhão. Até o dia 23 de agosto, ele declarou arrecadação de R$ 15 mil e gasto de R$ 40.

No pleito eleitoral deste ano, a legislação permite que candidatos ao governo do Estado em Mato Grosso gastem até R$ 5,6 milhões no primeiro turno e R$ 2,8 milhões no segundo.

Qualquer cidadão pode acessar as contas dos candidatos e ajudar a fiscalizar se os limites legais estão sendo obedecidos por eles, enviando informações como documentos, fotos ou vídeos relativo à campanha para a Justiça eleitoral, por meio do aplicativo Caixa 1, disponível para o sistema operacional Android.  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários