Servidores são ‘sufocados’ com fumaça de escapamento durante vistoria veicular | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

SINDICATOS Segunda-feira, 04 de Junho de 2018, 11h:25 | - A | + A




DETRAN INSALUBRE

Servidores são ‘sufocados’ com fumaça de escapamento durante vistoria veicular

Funcionários prestam o serviço de maneira improvisada no subsolo do shopping de Várzea Grande

Por: Marcio Camilo

Ilustrativa Web

Ilustrativa Web

Fumaça de escapamento, falta de ventilação e de iluminação adequada. Esses são alguns dos problemas enfrentados pelos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) que fazem o serviço de vistoria veicular no Ciretran de Várzea Grande, localizado no subsolo do shopping da cidade.

Por conta da precariedade, a juíza Graziel Cabral, da Vara do Trabalho, notificou o Detran para que o órgão faça as devidas adequações no sentido de retirar os trabalhadores das condições insalubres. O Detran precisa fazer os ajustes de forma imediata, sob pena de aplicação de multa diária.

Os servidores sofrem com falta de condição de trabalho há dois anos, quando o Governo do Estado mudou o Ciretran de Várzea Grande para o subsolo do shopping da cidade. A mudança era pra ser provisória até que se concluísse a reforma da sede original, que fica na avenida Arthur Bernardes. Mas já se passaram dois anos e as obras sequer começaram.

“É um absurdo os servidores estarem confinados em um local sem ventilação, sem iluminação adequada, com veículos ligados produzindo gases prejudiciais à saúde que não se dissipam em virtude das condições locais e o Detran-MT não tomar nenhuma providência”, lamentou a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran-MT, Daiane Renner. O sindicato foi o responsável por ingressar com a Ação Civil Pública contra o Estado.

Renner detalha que no subsolo do shopping não há “o fosso necessário para a realização da vistoria e nem equipamentos de proteção individual adequados”. Ela salientou que as condições de trabalho pioraram sobremaneira, aumentando o índice dos acidentes de trabalho: “Os usuários que precisam do serviço também são submetidos a essa insalubridade”, acrescentou.

Atendendo ao sindicato, a Justiça do Trabalho realizou uma perícia técnica que constatou que não havia as condições mínimas, e a obrigação por parte do Detran-MT de adequar as condições de trabalho no período de trinta dias, sob pena de multa diária, pelo não cumprimento da decisão judicial.

O prazo do Estado para as adequações venceu no último dia 17 de maio. Segundo o sindicato,até o momento o Detran-MT “vem descumprindo a decisão da Justiça”. (Com informações da assessoria)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos - 05-06-2018 12:20:27

Hummm mimimi

Responder

2
0


Ber - 04-06-2018 12:34:35

Coloncam servidores para trabalhar assim para politico roubar depois, palhaçada mesmo

Responder

2
1


Lais - 04-06-2018 12:28:33

Enquanto alguns SUPER-FUNCIONÁRIOS recebem sem sair de casa protegidos pelo governador, aparentemente está tudo ótimo o governo estão em dias com o cidadão é o que vejo por ai, a realidade é outra e vemos aqui nessa matéria

Responder

1
0


Zaquel - 04-06-2018 11:38:21

Esse shopping é horrivel

Responder

1
0


4 comentários

coluna popular
Jogo duplo de candidato pode enterrar sua eleição
Veja o resultado completo
Deputado desafia governador e chama de porcaria
PT, MDB e PSDB possuem as maiores quantias
Enquanto se "estapeiam" republicano cresce

Últimas Notícias
21.06.2018 - 17:31
21.06.2018 - 16:43
21.06.2018 - 16:20
21.06.2018 - 16:00


Nenhum deles

Mauro Savi

Wilson Santos

Wagner Ramos

Eduardo Botelho

Prof. Allan Kardec

Nininho

Janaina Riva

Valdir Barranco

Romualdo Júnior

Saturnino Masson

Silvano Amaral

Sebastião Rezende

Max Russi

Guilherme Maluf

Gilmar Fabris

Dilmar Dal Bosco

Max Russi

Roberto Bezerra

Niuan Ribeiro

Paulo Araújo

Antônio Marçal

Josair Lopes

Waldir Caldas

Diany Dias

João Batista

Oscarlino Alves

Edmundo César

Henrique Lopes

Suelme Evangelista

Carlos Avalone

Carlos Brito

Leonardo Oliveira

Layr Mota

Cabo Juliano

Dr. Edvaldo

Professora Rita

Nieta

Sergio Lader

Diego Guimarães

Juca do Guaraná

Faissal

Gilmar Fabris

Ademir Brunetto

Pedro Satélite

Oscar Bezerra

Zeca Viana

Luizinho Magalhães

Baiano Filho

Branquinha

Jajah Neves

José Antônio Pilegi

Luis Braz

Emílio Populo

Marcio Mendes

Cláudio Sena

Emídio de Souza

Major EB Cicero

Guarda Sttefany

Auditor Claudemir

Sargento Joelson

Gisele Lopes

Dr. Divino Henrique

Sr. Elias

Dr. Ardonil



Informe Publicitário