Sindicato acusa governo de ser protagonista do caos no sistema  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

SINDICATOS Segunda-feira, 18 de Junho de 2018, 14h:03 | - A | + A




DENUNCIA

Sindicato acusa governo de ser protagonista do caos no sistema

Eles destacam que as as unidades prisionais estão um verdadeiro caos

Por: Brenda Closs

Após as inúmeras crises no no sistema penitenciário mato-grossense, o Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen – MT) voltou a acusar o governo de estar transformado as unidades prisionais num verdadeiro caos. O baixo efetivo e a superlotação, acarretam condições insalubres para os servidores, que sofrem constantes ameaças, o que torna inviável a ressocialização dos custodiados.

Um exemplo disso é a Cadeia Pública de Mirassol D’Oeste, que conta com 132 presos e 23 agentes, onde a proporção é de um agente penitenciário para 44 apenados. Dessa forma, a justiça acatou o pedido de liminar do Ministério Público Estadual (MPE) que determina que o Estado de Mato Grosso remaneje dez agentes e uma viatura para a unidade de Mirassol, no prazo de 45 dias. Em caso de descumprimento será aplicada multa diária no valor de R$ 5 mil.

Segundo o MP, o concurso público não teve aprovados na prova objetiva para a unidade de Mirassol D’Oeste, com isso a magistrada Edna Ederli Coutinho determinou que a lotação seja providenciada pela forma administrativa legal a ser decidida pela própria administração pública, ainda que por meio de concurso de remoção, tendo em vista na inexistência de aprovados para o município de Mirassol.

“Essa decisão beneficia Mirassol, mas não atende a necessidade real, pois o quadro de servidores do Estado precisa de um acréscimo e não simplesmente de ajuste de gestão”, declarou o Presidente Interino do Sindspen, Amaury Paixão.

A Diretora de Imprensa, Josilene Muniz ressalta que diante dessa deliberação o estado terá que tirar agentes penitenciários de outras unidades, no entanto, essas situações caóticas, ocorre em todas as unidades de Mato Grosso, por conta da ausência de servidores. O remanejamento desses poucos profissionais seria tampar o sol com a peneira. (com assessoria)

   

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Julio - 18-06-2018 20:42:16

Isso não tem nada a ver com o governador, ele e nem ninguém deve dar atenção para presos, claro, que os servidores tem que ter boas condições de trabalho, se está lotado a culpa não é do governador

Responder

0
10


Jandir - 18-06-2018 19:57:37

Para acabar com esses presidioos lotados só executando esses meliantes

Responder

7
3


Jane - 18-06-2018 15:50:05

Pedro Taques poderia se importar com o sistema penitenciário e resolver a situação com a mesma rapidez que fez com a Juíza Selma. Mas né, fazer o que se ele não importa com os servidores

Responder

17
0


Vini - 18-06-2018 15:00:40

Meu Deus, proteja esses guerreiros pois esse governo não está nem ai

Responder

20
0


4 comentários

coluna popular
Milionários do agronegócio tem plano “A, B e C”
Selma anda enrolada em bandeira de outro estado
Wellington reúne centenas de pessoas em caminhada
Morrem peixes em massa na Salgadeira
Mulher chora ao encontrar "o professor"

Últimas Notícias
24.09.2018 - 09:21
24.09.2018 - 09:16
24.09.2018 - 09:15
24.09.2018 - 09:04




Informe Publicitário