Taques pedala e escolas ficam sem merenda | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

SINDICATOS Sexta-feira, 11 de Maio de 2018, 18h:27 | - A | + A




Taques pedala e escolas ficam sem merenda

Há mais de um mês o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) fez o alerta sobre o corte do governo estadual na merenda escolar para as unidades de Várzea Grande. Esta semana, dia 10 de maio, o assunto volta a ser notícia na mídia estadual, após o atraso dos repasses da merenda nas escolas da Capital.  Com base nos fatos o Sintep/MT faz novo alerta aos trabalhadores e trabalhadoras da educação sobre o desmonte promovido pela gestão Taques, na escola pública e gratuita da rede estadual.

“Mais uma vez o Governo culpa os servidores/as públicos/as pela má gestão dos recursos, colocando a responsabilidade na folha de pagamento. Precisamos lembrar que um Governo que concede R$ 3,5 milhões em isenções fiscais, favorecendo os grandes empresários e o agronegócio, não tem como prioridade os serviços públicos”, destaca o presidente do Sintep/MT, Henrique Lopes do Nascimento.

A alimentação escolar tem recursos garantidos pelo Governo Federal e o Estado é responsável pela complementação. Como aconteceu com as receitas do Fundeb de 2017, quando o Governo deu pedaladas, atrasando o repasse deixando os municípios em descrédito, está fazendo com as escolas. O atraso dos repasses leva a gestão a perder a confiança dos credores, quando são obrigados pela ingerência oficial a pendurar as contas nos fornecedores para garantir a merenda dos estudantes. 

Para o Sintep/MT é inadmissível que como resposta à cobrança de esclarecimentos, o Governo repasse a culpa para os/as servidores/as da falta de gerenciamento dos recursos do Estado. E mais, justificando que as escolas tenham fontes de receitas próprias oriundas de ações privatistas na unidade escolar como locação de quadras, cantinas, auditórios, entre outros. “Os cidadãos e cidadãs mato-grossenses pagam impostos para gerir o Estado, como é estabelecido em leis. O Governo não tem que transferir a responsabilidade da garanta a educação pública para os diretores de escola, ele deve assegurar o direito dos/as estudantes”, afirma Henrique Lopes.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Ciro é o quarto a tentar gerenciar
Pacote de regalias deve animar a côrte
Marrafon e Russi buscam aproximação com Mendes
A bola da vez fez com que muitos mudassem discurso
Reviravolta no tabuleiro político

Últimas Notícias
17.06.2018 - 23:16
17.06.2018 - 17:24
17.06.2018 - 17:15
17.06.2018 - 16:33


Fábio Garcia

Ezequiel Fonseca

Vitório Galli

Valtenir Pereira

Neri Geller

Carlos Bezerra

Ana Poncinelli

Emanuelzinho

Professor Bispo

Barbudo

Rafael Ranalli

Cledison Gonçalves

Wanderson Nunes

Gisela Simona

Marco Marafon

Antônio Carlos

Dr. Leonardo

Renato Gouveia

Max Campos



Informe Publicitário