Bolsonarista que ofendeu mulher em sorveteria já foi condenado por ameaçar médica do INSS | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020

BRASIL Quarta-feira, 16 de Setembro de 2020, 13h:15 | - A | + A




Ameaças

Bolsonarista que ofendeu mulher em sorveteria já foi condenado por ameaçar médica do INSS

WhatsApp Image 2020-09-16 at 13.18.17.jpeg

 

O vendedor Rodrigo Ferronato, que se recusou a usar a máscara de maneira correta dentro de uma sorveteria em Campinas (SP) e ameaçou “quebrar a cara” de uma funcionária já foi condenado a dois meses de prisão por ameaçar e forjar denúncias de corrupção contra uma médica do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O caso ocorreu em Jaú, no interior de São Paulo, em 2018.

Leia também: Bolsonarista se recusa a usar máscara, surta, depreda loja e ameaça atendente em Campinas

De acordo com processo que consta no site Jus Brasil, Ferronato foi até a agência do INSS para pedir auxílio-doença. Lá, ele alegou dor na lombar e problema no tornozelo, mas a médica que o atendeu recusou seu pedido de afastamento de três meses. Com isso, o Ferronato passou a ameaçá-la e precisou ser retirado da agência por seguranças.

Seis meses após o episódio, o vendedor foi até o consultório particular da médica, pagou uma consulta e voltou a ameaçá-la. Ele teria apresentado ainda um papel com dados pessoais da profissional e dito que, caso não emitisse um parecer favorável ao auxílio-doença, iria até as “últimas consequências”. Ele teria dito ainda que um tio seu trabalhava com segurança e havia obtido os dados dela e dos demais peritos.

A médica voltou a expulsá-lo, devolveu o dinheiro da consulta e foi orientada a registrar um boletim de ocorrência. Ferronato, no entanto, apresentou queixa na Polícia Federal contra a médica dizendo que ela tentou extorqui-lo, cobrando R$ 60 mil pelo laudo médico e R$ 1,5 mil mensais. O Ministério Público foi acionado e devolveu a acusação, processando Ferronato por denunciação caluniosa e ameaça.

A ameaça contra a atendente da sorveteria de Campinas ocorreu no último sábado (12). O vídeo que registrou a confusão mostra o homem extremamente nervoso, xingando a atendente e depredando objetos do estabelecimento. “Faz alguma coisa para ver se eu não quebro a sua cara, fala um ‘A’ pra você ver o que eu não faço”, disse ele apontando o dedo em riste para a funcionária. Nas redes sociais, Ferronato se define como “conservador, espírita e bolsonarista”.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Paulo Henrique Garcia - 16-09-2020 15:49:29

Deixa eu entender, agora vocês vão imputar a responsabilidade ao Bolsonaro, pela falta de civilidade deste cidadão???? Pergunta, quem é o responsável por essa matéria, que diga se de passagem não é nada isenta, sendo que bolsonarista ou qualquer outro indivíduo de esquerda também comete seus pecados. Vale lembrar, que a verdadeira função da imprensa seria, é a de levar a notícia de verdadeira e de forma imparcial, o que não parece ser a conduta deste veículo de comunicação. Simplesmente lamentável e desprezível a forma como vocês estão tratando deste assunto.

Responder

1
2


alex r - 17-09-2020 08:16:14

Paulo existe um ponto no que vc fala... mas eu tbm entendo o motivo , eis que uma grande parte mas não toda da militância Bolsonarista é radical assim como foi com o lula petismo e havia matérias parecidas... o negócio é que o boslonaro incita atitudes agressivas e claro que se há quem incite há quem siga... entende a ligação? VC pode não concordar mas acontece...

Responder

1
1


olavo - 17-09-2020 11:01:16

pois é conheço um monte de esquerdista radical tão tudo presos nos presídios por todo o país!!! 100% esquerdista!!!

Responder

0
1


3 comentários

coluna popular
Racha no grupo de Pivetta
Luto em VG
Evento on-line
Vice-governador pode ser expulso do partido
Nem aí para os professores

Últimas Notícias
19.10.2020 - 20:07
19.10.2020 - 19:00
19.10.2020 - 18:29
19.10.2020 - 17:51
19.10.2020 - 16:47


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca



Informe Publicitário