Bolsonaro nega possibilidade de ‘imposto do pecado’ | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020

BRASIL Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020, 13h:38 | - A | + A




ECONOMIA

Bolsonaro nega possibilidade de ‘imposto do pecado’

O presidente Bolsonaro negou a possibilidade de criação de um novo imposto sobre os produtos que podem fazer mal à saúde, apelidado de “imposto do pecado”.

Após sua chegada ao o hotel onde ficará hospedado para compromissos na Índia, Bolsonaro comentou em tom bom humorado “aumentar cerveja não. Está descartado”. O presidente completou. “Não teremos qualquer majoração de carga tributária. Houve também um ruído muito forte de que estaríamos criando dois pedágios. Zero a possibilidade disso”.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, havia afirmado durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, que analisava o aumento da tributação sobre produtos como cigarros, bebidas alcoólicas e alimentos açucarados.

“Paulo Guedes, desculpa aqui, você é meu ministro, te sigo 99%, mas aumento de imposto para cerveja não”, afirmou Bolsonaro, destacando que “não tem como aumentar carga tributária no Brasil”.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Parlamentar é acusado por tráfico de drogas
Grupo protesta contra “Parlamentarismo branco”
Prefeito de Cuiabá tem surpresa positiva
Dedicada aos trabalhos sociais
Audiência pública debate regularização fundiária

Últimas Notícias
26.02.2020 - 18:29
26.02.2020 - 18:10
26.02.2020 - 16:26
26.02.2020 - 15:37
26.02.2020 - 14:56




Informe Publicitário