Em meio a cortes, governo Bolsonaro autoriza R$ 4,7 bi de vantagens para militares em 2020 | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

BRASIL Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019, 08h:38 | - A | + A




Em meio a cortes, governo Bolsonaro autoriza R$ 4,7 bi de vantagens para militares em 2020

Montante seria o suficiente para recompor, com sobras, gastos das bolsas de pesquisa da Capes, que estão com metade do orçamento previsto para o próximo ano

0a56203f49854276e27d91d56bfb016be89fe3c2.jpg

Foto: Reprodução

Depois de anunciar diversos cortes no orçamento federal de 2020, passando na faca importantes projetos sociais, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) autorizou o investimento de R$ 4,7 bi só na criação de vantagens para a carreira de militares. Montante decorre de benefícios instituídos pela reforma previdenciária das Forças Armadas.

Entre as propostas do texto, estão o aumento do adicional de habilitação, recebido por militares que passam por cursos de qualificação, e a criação do chamado “adicional de disponibilidade”. Benefícios são contrapartida às exigências de maiores contribuição e tempo de serviço para as pensões.

A justificativa, para defensores do projeto, é a “dedicação exclusiva e a prontidão permanente dos profissionais”. Atualmente o texto tramita na Câmara dos Deputados.

No entanto, para arcar com estes gastos, o governo é forçado a comprimir atividades e programas considerados “não obrigatórios”. O arrocho atinge em cheio o custeio, categoria que engloba diferentes atividades, como bolsas de estudo.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, já anunciou o corte da metade do orçamento da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) em 2020. Foram reservados somente R$ 2,2 bilhões para a Capes frente os R$ 4,3 bilhões previstos neste ano.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários