Governo comemora, mas mérito pela aprovação da Previdência vai para Maia | MUVUCA POPULAR

Sábado, 20 de Julho de 2019

BRASIL Quinta-feira, 11 de Julho de 2019, 08h:37 | - A | + A




Governo comemora, mas mérito pela aprovação da Previdência vai para Maia

Câmara avaliza texto-base da reforma do sistema de aposentadorias por 379 votos a 131, um resultado que surpreende até o Palácio do Planalto. Proposta precisa passar por uma segunda rodada de votação, prevista para os próximos dias

20190711021536657170a.jpg

Foto por: Fabio Rodrigues Pozzebom

Com resultado que surpreendeu até a ala mais otimista do Palácio do Planalto, o texto-base da reforma da Previdência foi aprovado em primeiro turno pelo plenário da Câmara, no início da noite desta quarta-feira (10/7), com 71 votos a mais do que precisava. O placar de 379 votos favoráveis e 131 contrários à proposta de emenda à Constituição (PEC) 6/2019 simboliza a maior vitória política de uma pauta governista até agora. A matéria ainda precisa passar por uma segunda rodada de votação, prevista para ocorrer ainda nesta semana.

Embora tenha sido comemorada pelo Executivo, a aprovação é considerada um mérito do Congresso — mais especificamente, do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a quem foi atribuída boa parte dos votos e a presença de 510 dos 513 deputados na sessão desta quarta-feira (10/7). Aplaudido, ele exaltou o protagonismo do Parlamento e disse ter “muito orgulho de presidir a Câmara” e de contar com a confiança dos líderes partidários.

Depois de ter se emocionado algumas vezes e até chorado durante a sessão, Maia reforçou que o crédito pela aprovação é dos deputados. “É o Centrão que está fazendo a reforma da Previdência”, declarou. O líder do partido de Jair Bolsonaro na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), puxou aplausos ao comandante da Casa, a quem chamou de “o grande condutor dessa reforma”, mas não mencionou o chefe do Executivo.

A reforma contou com votos favoráveis até de alas da esquerda. Do PSB, que fechou questão contra a reforma, 11 votaram a favor, o que representa mais de um terço dos 32 deputados da bancada. O PDT, que conta com 27, teve oito deputados dando aval ao texto. Os partidos favoráveis foram mais fiéis. Todos os deputados do PSL, do Novo, do DEM, do Cidadania, do Patriota, do PTB e do MDB votaram pela reforma.

Próximos passos

Concluída a primeira fase, os deputados ainda precisam votar os destaques, que são sugestões de mudanças pontuais feitas depois que o texto-base é aprovado. Desta quarta-feira (10/7), Maia pautou apenas o primeiro, de autoria do PL, que pretendia retirar os professores da reforma. A sugestão foi rejeitada por 265 votos a 184.

Os outros 16 que faltam serão discutidos em uma sessão prevista para começar às 9h desta quinta-feira (11/7). “Os deputados estavam muito confusos”, explicou o presidente da Casa, ao encerrar a sessão, às 21h, horas antes do que era previsto. “O formato de o governo não ter uma articulação maior acaba desorganizando as informações. Havia deputados que estavam falando que votariam de um jeito, mas o impacto seria de outro jeito. Então, votariam contra. O problema é que as pessoas estavam mal-orientadas sobre o mérito da matéria”, completou Maia.

A votação do texto-base começou às 20h, depois de superada a obstrução dos deputados oposicionistas, que apresentaram uma série de requerimentos para atrasar a tramitação da reforma. Durante todo o dia, o plenário estava claramente dividido entre os deputados favoráveis às mudanças nas regras de aposentadoria, com bandeiras do Brasil e adesivos pró-reforma, e a oposição, que levou cartazes e vestiu camisetas de “não à reforma”. Do lado de fora, na entrada da Câmara, manifestantes passaram a tarde protestando contra a matéria, enquanto os deputados discutiam o texto no plenário.

Pendências

Após a vitória, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse que não teme uma desidratação muito grande da reforma. “Nossa preocupação, desde o início, é de que não haja impactos relevantes no nosso resultado fiscal. Tanto é assim que nós estamos dentro das próprias emendas, que estão sendo destacadas, buscando alternativas para minimizar eventuais desidratações”, comentou.

A reinclusão de estados e municípios na reforma foi descartada pelos deputados. A possibilidade mais discutida, atualmente, é que o assunto seja retomado no Senado, por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) separada. “A gente precisa resolver estados e municípios também, mas incluir agora e ter uma derrota, eu acho que vai azedar a relação do Parlamento com os governadores, o que não será uma solução justa”, disse Maia.

No primeiro dia de discussão da reforma no plenário, na terça-feira, o Novo apresentou um destaque para reincluir os estados e municípios, mas retirou desta quarta-feira (10/7). O líder do partido na Câmara, Marcel Van Hattem (RS), concluiu que não teria os 308 votos favoráveis e disse esperar que o tema volte à pauta quando a matéria chegar ao Senado. (Colaborou Jorge Vasconcellos)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 12-07-2019 08:47:57

TRABALHA, TRABALHA MAIS, POVO, SE QUISER APOSENTAR. Se for bem de vida, vai ter que fazer um Plano de Previdência Privada Complementar, e durante décadas encher o bolso dos banqueiros, que vão trabalhar com esse dinheiro e ficar mais ricos. Os bancos vão vender Plano de Previdência Privada Complementar aufa...Quem vai comprar? Só os bem de vida...O povão se quiser aposentar vai trabalhar 47 ANOS...Quem sabe os banqueiros bonzinhos, fazem um Plano de Previdência mais barato pro povão...aí, não precisa pagar INSS, fica só com esse Plano. Resta saber se existe banqueiro bonzinho?

Responder

1
0


Carlos Nunes - 12-07-2019 08:11:36

Quem quiser saber a verdade sobre a situação da Previdência no Brasil, pode assistir pelo youtube a palestra de 30 minutos da professora, Doutora em Economia, DENISE LOBATO GENTIL, intitulada "Professora da UFRJ desmonta Reforma da Previdência". Nela a professora analisa a Economia Brasileira, mostra o porquê do não crescimento...faz a exumação do cadáver da Previdência no país, diz que o tio Guedes amarelou, em vez de mexer com OS PODEROSOS, que são os maiores devedores da Previdência (devem BILHÕES), e são os que mais recebem benefícios do Governo, tais como, renúncias fiscais, incentivos, etc....preferiu mexer com a base da pirâmide social do país, que é a maioria do povo brasileiro. O presente de grego é fazer o povo brasileiro trabalhar MAIS, contribuir MAIS com a Previdência, pra no final (se conseguir aposentar) ganhar MENOS. Se um homem começar a trabalhar com 18 anos, até completar 65 anos, terá contribuído com a Previdência 47 ANOS...vai contribuir, porque não pode parar de trabalhar, senão vai viver DE QUE? Como a média de vida do brasileiro, segundo pesquisa, é de 75 anos (se conseguir chegar até lá, não morrer por exemplo por falta de uma vaga numa UTI), quem aposentar com 65 anos talvez usufrua da Previdência uns 10 anos. Ou seja, vai contribuir 47 ANOS,pra talvez usufruir uns 10 anos... Talvez, porque hoje quem tem 18 anos, nem sabe se vai chegar aos 60 anos... Traduzindo: Tio MAIA, que tá chorando na foto, nem sabe a carga que colocou nos ombros do povo brasileiro...nossos filhos, netos, bisnetos e tataranetos. Por que não mexeu com OS PODEROSOS, como aconselhou a professora DENISE LOBATO GENTIL. Assistam a palestra da professora, e depois tirem suas próprias conclusões. Primeiro teria que mexer com o andar de cima, com OS PODEROSOS, depois com o andar de baixo, o povão.

Responder

2
0


Olavo - 12-07-2019 01:05:28

Os lacradores Soviets e seus robôs movidos a corrupção tentaram, mas falharam redondamente... Eu tenho observado seus movimentos em detalhes. Tentaram as armas, os livros, as artes, o monopólio do pensamento através das grandes corporações, a mídia, a queima de reputações... Tentaram inverter a lógica, o bom senso, a biologia, a justiça, a fé... Mas falharam. Falharam, sim, porque subjugaram aqueles que choram rezando pelo filho que perderam, as famílias que sobrevivem com esperança e simplicidade, os meninos que sonham ser super-heróis para combater o crime. Falharam porque esqueceram que Deus caminha ao lado do homem comum... Em cada boleia de caminhão, ônibus, trem, metrô, viatura... nas grandes plantações, fábricas e nas barraquinhas dos camelôs. Nós estamos lá, e cada um nós sempre será um voto, uma voz ganhando as nuvens digitais, uma gota de esperança na multidão disposta a fazer o que é correto e lutar por seu país. Nosso partido é o Brasil, e nosso futuro é o caminho que escolhemos seguir juntos. A revolução da direita vem da base, como sugeriu um cantor de rap em desabafo sincero durante showmício da extrema esquerda. E a base agora sabe exatamente o que quer, não se trata mais de política, trata-se de ajuste de contas. O Brasil está passando sua história a limpo, se abrindo para o mundo, fazendo justiça àqueles que realmente precisam, reagindo contra ideias nojentas, separatistas, diabólicas. As máscaras caíram e nunca foi tão fácil saber quem é quem em meio aos arroubos de ‘sincericídio’. Vejam os espasmos de ódio ao vivo, os discursos vulgares e cínicos daqueles que tentam nos escravizar! Vejam o que eles fizeram aos mais jovens, e a forma que esses mesmos jovens se mutilam socialmente e intelectualmente, se atacam e se dividem em grupos radicais ideológicos! Olhe e guarde bem na memória todos os mentores do caos e suas ações vulgares para destruir nosso futuro. Guarde, como quem faz questão de relembrar ocasiões terríveis apenas para não correr o risco de passar por elas novamente. A verdade é que estamos vencendo o bom combate. Patriotas estão contra-atacando a hidra comunista, os corruptos e os cristofóbicos em todo globo terrestre e isto não vai parar. Eles ainda tentarão tomar o poder aqui no Brasil, eu sei, conheço seus métodos e narrativas imundas (protejam seus filhos pequenos e esqueçam um pouco o telejornal) ... Mas posso adiantar que falharão mil vezes. Lembrem-se que todo o Cristão possui uma arma secreta mágica, contra a qual nenhum cristofóbico pode se defender: a oração. OBS: Peço a cada leitor Cristão que dedique alguns minutos de oração pelo Brasil e pelo mundo, sempre, no mesmo dia e hora. Façam grupos, marquem grandes eventos de oração conjunta, não importa se você é espírita, católico ou evangélico, basta crer no Cristo Vivo e na energia superior que protege a Terra. Estamos vencendo, acredite.

Responder

0
0


Carlos Nunes - 11-07-2019 15:45:38

Mérito? Que Mérito é esse? Os homens começam a trabalhar no Brasil aos 18 anos de idade, vão aposentar só com 65 anos de idade...65 menos 18 dá 47 anos de contribuição com a Previdência. A média de vida do brasileiro, segundo pesquisa é de 75 anos. Quer dizer que o cara aposenta com 65 anos, vive mais 10 anos (se conseguir sobreviver é claro)...MORRE e acabou aposentadoria. Ué, vai contribuir 47 ANOS pra usufruir talvez 10 ANOS? Êta aposentadoria cara...pro trabalhador é claro. Tio Maia, nessa foto da matéria tá chorando? Chorando por que FERROU o povo brasileiro? E ferrou bem ferrado...ferração pouca é bobagem. Alguém AFUNDOU, ARREGAÇOU, com a Economia Brasileira...e o povo vai pagar a conta NA MARRA, sem choro nem vela. A marolinha do cara mais honesto do Brasil virou foi um tremendo tsunami, pior do que rompimento de barragem em Brumadinho.

Responder

3
0


4 comentários