Grampos omitidos mostram cenário totalmente diferente do sustentado pela Lava Jato, diz defesa de Lula ao STF | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019

BRASIL Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019, 08h:45 | - A | + A




Grampos omitidos mostram cenário totalmente diferente do sustentado pela Lava Jato, diz defesa de Lula ao STF

Reportagem da Vaza Jato revela que áudios desprezados e mantidos em sigilo pela força-tarefa mostram que o ex-presidente relutou ao aceitar o convite de Dilma para a Casa Civil e mantinha diálogos com autoridades para encontrar caminhos para sanar a cris

LULA.jpg

Foto: Reprodução

Advogados do ex-presidente Lula entraram com manifestação no Supremo Tribunal Federal (STF) em que afirmam que as conversas grampeadas do petista com autoridades, captadas pela Polícia Federal e omitidas por procuradores da Lava Jato, traçam um cenário “totalmente diferente daquele que as autoridades de Curitiba sustentaram”.

Segundo coluna de Mônica Bergamo, na edição desta segunda-feira (23) da Folha de S.Paulo, a defesa aprensetou a peça para rebater os argumentos do juiz da Lava Jato em Curitiba, Luiz Antonio Bonat.

Diálogos da Vaza Jato divulgados no dia 8 de setembro revelam o conluio entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, procuradores da Lava Jato e investigadores da Polícia Federal para vazamento do grampo ilegal da conversa entre os ex-presidentes Lula e Dilma, quando o petista aceitou ser ministro da Casa Civil da então presidenta, em 16 de março de 2016.

A reportagem mostra que as escutas de Lula vinham sendo acompanhadas havia mais de um mês – ao menos desde 9 de fevereiro de 2016 – e todos os áudios desprezados e mantidos em sigilo pela força-tarefa mostram que o ex-presidente relutou ao aceitar o convite de Dilma e mantinha diálogos com político, sindicalistas e outras esferas da sociedade, até mesmo com o então vice-presidente, Michel Temer, para encontrar caminhos para sanar a crise política e econômica por meio do diálogo.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 23-09-2019 15:40:25

Ih! Nessa estória toda só interessa uma coisa: A Verdade, nada mais que A Verdade. Eu resolveria esse imbróglio fácil, fácil...Pegaria todos os delatores que acusaram tio Lula, colocaria um DETECTOR DE MENTIRAS em cada um, e mandava repetirem toda a estória de Corrupção que narraram...tintim por tintim. Se o DETECTOR acusasse que mentem descaradamente, soltaria tio Lula e ainda lhe daria um Atestado de Honestidade. MAS (sempre tem um Mas na estória), se o DETECTOR acusasse que eles dizem A Verdade...tio Lula mofaria na cadeia. Pra tirar a prova dos nove (da matemática), eu, no final, colocaria um DETECTOR no tio Lula também...pra checar as informações. DETECTOR DE MENTIRAS é o dedo duro tecnológico, que não vê cara, não vê posição...não distingue o Zé do Dr. JOSÉ. Viu como é fácil de descobrir A Verdade...ou chegar bem perto dela? Sílvio Santos e Luciana Gimenez mostraram, em seus programas, o mais moderno DETECTOR DE MENTIRAS - onde o depoente, além de ficar atrelado aos fios, também analisa o timbre da voz. Um deputado federal devia fazer um Projeto de Lei, pra inclusive mudar a Constituição, e instituir em todos os depoimentos (nas delações premiadas, CPI's, etc.) a utilização obrigatória do DETECTOR DE MENTIRAS.

Responder

3
2


1 comentários