Onyx: "Líderes fizeram confusão; uma coisa é corte, e outra é contingenciamento no MEC" | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020

BRASIL Quarta-feira, 15 de Maio de 2019, 09h:23 | - A | + A




Onyx: "Líderes fizeram confusão; uma coisa é corte, e outra é contingenciamento no MEC"

Foto: Internet.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse ao blog nesta quarta-feira (15) que os líderes “fizeram confusão” ao entenderem que o governo de Jair Bolsonaro iria suspender o contingenciamento da Educação.

Nesta terça (14), líderes partidários saíram de uma reunião com Bolsonaro afirmando que o presidente havia topado suspender os cortes na Educação – mas, em seguida, o Ministério da Educação e a Casa Civil divulgaram nota desmentindo os deputados.

Os deputados, então, reagiram na tribuna da Câmara, acusando o governo de mentir.

O ministro da Casa Civil disse ao blog que “houve confusão”. Ele afirmou que, após o encontro do presidente com o grupo de parlamentares, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, recebeu ligações de interlocutores do mercado financeiro – preocupados com a notícia de que o contingenciamento seria suspenso.

“Para que o dólar não acordasse hoje a R$ 4, eu e o ministro Abraham logo desmentimos", afirmou Onyx. E o ministro explicou ao presidente que não pode suspender o contingenciamento, que é preventivo”.

“É uma ação preventiva, muitos deputados queriam levar alguma vantagem para dizer que haviam suspendido corte na Educação – mas é contingenciamento, houve confusão dos deputados – uma coisa é corte, outra contingenciamento”, continuou Onyx.

O ministro da Casa Civil afirmou que a convocação de Weintraub para audiência no plenário da Câmara, na tarde desta quarta, foi uma reação dos parlamentares, não a esse episódio – mas a um vídeo do líder do governo na Casa, major Vitor Hugo (PSL-Go), dizendo que a Casa votaria medidas provisórias nesta semana, sem combinar com a cúpula da Câmara.

Onyx disse que Weintraub dará “show” ao falar no plenário.

'Desastroso'

Nos bastidores, a avaliação de integrantes do governo é a de que o major Vitor Hugo está fragilizado e precisa ser trocado. O episódio envolvendo deputados e Bolsonaro para falar sobre os cortes no MEC foi organizado pelo líder – e o resultado foi classificado como “desastroso” por ministros nesta terça.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Antonio Galvan conta com base federal
Em cima do muro
Sem alardes
Vergonha da Fronteira
Evandro foi secretário do prefeito cassado Wallace

Últimas Notícias
22.01.2020 - 21:16
22.01.2020 - 20:00
22.01.2020 - 19:00
22.01.2020 - 18:51
22.01.2020 - 18:46




Informe Publicitário