“Será que Flavio e Jair Bolsonaro irão ao enterro?”, questiona policial | MUVUCA POPULAR

Quarta-feira, 08 de Abril de 2020

BRASIL Segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2020, 15h:30 | - A | + A




MILICIANOS

“Será que Flavio e Jair Bolsonaro irão ao enterro?”, questiona policial

"Será que o Flávio e o Jair Bolsonaro irão ao enterro do amigo miliciano Adriano da Nóbrega? Sérgio Moro deve estar triste também, não tinha colocado ele como um dos criminosos mais procurados do país e mesmo assim ele foi localizado. Se bem que foi uma bela queima de arquivo...", escreveu o policial Leonel Radde no Twitter.

Membro da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Leonel Radde fez ironias à com a morte de Adriano da Nóbrega Silva por causa da ligação do miliciano com a família Bolsonaro. O ex-capitão do Bope foi morto neste domingo (9) em troca de tiros com a polícia na Bahia. Ele é suspeito de envolvimento com a morte da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) e foi citado em investigações do Ministério Público (MP-RJ) sobre um esquema de corrupção no gabinete do atual senador Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

"Será que o Flávio e o Jair Bolsonaro irão ao enterro do amigo miliciano Adriano da Nóbrega? Sérgio Moro deve estar triste também, não tinha colocado ele como um dos criminosos mais procurados do país e mesmo assim ele foi localizado. Se bem que foi uma bela queima de arquivo...", escreveu o policial no Twitter.

Parentes do miliciano trabalharam no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj. Outro detalhe é que, em 2005, o então deputado Jair Bolsonaro defendeu Adriano, acusado de homicídio, e disse que o ex-militar era um “brilhante oficial”.

 

 

 
 

 

 

 
 
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

ROBSON JOSÉ - 12-02-2020 09:02:47

Gente! Vamos aproveitar o espaço que o jornal nos oferece para comentar a notícia, já vivemos atualmente uma ditadura implantada no pais, quase não temos mais vozes e nem outros direitos, são poucos espaços assim. O assunto aqui é o miliciano ligado ao Bolsonaro, é a realidade que vivemos hoje em nosso país.

Responder

4
2


olavo - 12-02-2020 12:02:19

Robson José em que mundo vc vive??? sai da sua bolha e venha para a realidade, me diz onde tá a ditadura? vc está proibido de ir e vir? vc está proibido de falar o que pensa? (mesmo que seja fantasia)... sua passaporte foi confiscado? esse site está proibido de emitir opiniões e seu leitores também? para cara, para de viver na fantasia... já se esqueceu que o PT e saiu da boca do lula que a mídia tinha que ser controlada e policiada??? isso mesmo quem disse isso foi o lula varias e varias vezes, e onde o bolsonaro disse que a mídia tem que ser controlada? todas a entrevistas que ele dá ele fala que a mídia nunca será controlada, agora se ele não quer dar entrevista é um direito dele, também se perguntam imbecilidades que aguentem a resposta!!! chega de presidente maionese que só fala bonito e nos roubam...

Responder

3
4


alexandre - 11-02-2020 16:01:32

E o caso celso daniel, quem foi o mandante ?

Responder

2
4


Carlos Nunes - 10-02-2020 17:36:30

A esquerda quer tornar a coitada da Marielle como mártir...como sempre tá é navegando na maionese. Do tio FHC, passando pelo tio Lula e pela tia Dilma, até o tio Temer foram assassinadas no país MAIS DE 1 MILHÃO DE PESSOAS...teve ano que mataram 60 mil, teve outro que mataram 100 mil, no ano que mataram menos, mataram 50 mil pessoas. E a Globo, durante todo esse tempo, preocupada em saber em qual parte do mundo tava havendo guerra. Ora, pra que? Se a mortandade foi por aqui mesmo. Infelizmente a Marielle entrou nessa estatística de 1 MILHÃO E ALGUNS MILHARES de pessoas assassinadas no Brasil. Tem mais de 1 MILHÃO de famílias que chorou pela morte de seus familiares...a família da Marielle foi só uma delas.

Responder

7
6


4 comentários

coluna popular
Campanha “Vem Ser Mais Solidário”
Impacto do coronavírus
União contra o Covid-19
Governo concedeu feriado prolongado
Servidores 'encheram o saco' sobre consignados

Últimas Notícias
07.04.2020 - 21:48
07.04.2020 - 21:15
07.04.2020 - 20:33
07.04.2020 - 19:45
07.04.2020 - 19:21


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário