Servidores do INSS protestam contra contratação de militares em Porto Alegre | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020

BRASIL Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020, 13h:45 | - A | + A




MANIFESTAÇÃO

Servidores do INSS protestam contra contratação de militares em Porto Alegre

Em protesto contra a contratação de militares e denunciando o que chamam de sucateamento, servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) de Porto Alegre realizaram um ato na manhã desta sexta-feira. O atendimento à população foi deslocado para a rua e ocorreu em frente ao prédio localizado no Centro da cidade. Organizador da atividade, o Sindicato dos Trabalhadores Federais da Saúde, Trabalho e Previdência no Rio Grande do Sul (SindisprevRS) disse que atualmente há dois milhões de benefícios represados.

A manifestação, que foi chamada de força-tarefa pelos organizadores, prestou orientação, já que uma decisão do governo federal define que os servidores apenas distribuam senhas para que o agendamento seja feito pela internet, o que tem sido criticado pelos próprios trabalhadores.

Diretor do SindisprevRS e da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (FENASPS), Daniel Emmanuel, disse que o modelo é ineficiente. “Muita gente não tem acesso à internet e, mesmo quem tem, encontra dificuldades com o sistema.”

Na avaliação do sindicalista, a redução no número de funcionários do INSS e das funções dos mesmos é feita para  justificar o fechamento das agências. O Sindicato estima que hoje faltam 1,1 mil funcionários. “Esta agência era a que tinha mais fluxo e hoje está com cerca de dez funcionários”, afirmou Emmanuel, apontando para o local, na travessa Mário Cinco Paus, ao lado da Estação Mercado do Trensurb.

Emmanuel também critica a possibilidade de convocação de militares da reserva para atenderem nas agências. “Por mais boa vontade que eles tenham, não têm conhecimento. Colocar militares para distribuir senhas não tem nexo, com eles ganhando 30% a mais e ainda tendo que passar pelo período de treinamento.” 

Para a resolução da falta de pessoal o SindisprevRS tem três propostas: a convocação de servidores do INSS aposentados recentemente, contratações emergenciais de jovens em busca de colocação no mercado, -“resolvendo assim dois problemas” como apontou Emmanuel - e a convocação dos aprovados no concurso de 2015 junto da realização de um novo processo seletivo.

No dia 28 o SindisprevRS e outras entidades se reunirão com o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. Na ocasião, Emmanuel disse que serão apresentadas as propostas de contratação e ampliação dos atendimentos.

Durante a atividade foram atendidas cerca de 150 pessoas por três horas. O atendimento foi feito por funcionários em turno inverso, férias ou recém-aposentados que se voluntariaram para participar da manifestação. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Não deve sair do papel
Nesta sexta-feira (28)
Eleição suplementar
Prefeito se emocionou durante homenagem
Vice-governador apoia manifestação anti-Congresso

Últimas Notícias
28.02.2020 - 11:49
28.02.2020 - 11:19
28.02.2020 - 11:19
28.02.2020 - 11:12
28.02.2020 - 11:09




Informe Publicitário