Ana Maria Braga quebrou o braço após assédio de diretor de TV | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020

ENTRETENIMENTO Terça-feira, 22 de Setembro de 2020, 11h:01 | - A | + A




Ataque de assédio

Ana Maria Braga quebrou o braço após assédio de diretor de TV

WhatsApp Image 2020-09-22 at 11.03.21.jpeg

 

Ana Maria Braga, de 71 anos, revelou um caso de assédio sexual sofrido de um diretor de televisão no início de sua carreira. Em entrevista ao “Roda Viva”, da TV Cultura, a apresentadora do “Mais Você“, da TV Globo, contou que, ao fugir do agressor, ela caiu de uma escada e quebrou o braço. Sem citar nomes, Ana Maria disse que o diretor tinha pedido um projeto jornalístico para ela. “Fiz um projeto lindo, fiquei 15 dias trabalhando no projeto, acreditando que pudesse sair do programa da tarde e ter um programa à noite. Ele tinha me dito ‘você pode ser a Hebe Camargo amanhã'”, afirmou.

Ao apresentar o projeto, Ana Maria disse que o homem tentou atacá-la. “Ele me olhou, levantou da mesa e veio para cima de mim. Fiquei estupefata. Ele falou ‘venha cá’. Eu fugi, saí da sala dele com tanto ímpeto, que tinha uma escada, e despenquei da escada do nono andar até o oitavo andar, que era o departamento comercial. Quebrei o braço”, relembrou. Anos depois, a apresentadora chegou a reencontrar o agressor. “Eu estava num restaurante aqui, em São Paulo, que até já fechou. Eu estava saindo toda linda e formosa com um diretor de empresa e essa figura estava adentrando ao recinto. Os dois [o empresário e ele] se conheciam. O cara parou e cumprimentou. E quando olhou para mim, baixou o olho e se mandou.”

Ana Maria disse que “o mundo está mudando em relação” às denúncias de assédio sexual, pois, na época, ela disse que nada aconteceu com o diretor de TV. “Fui falar com o [meu] chefe e ele fez de conta que não acreditou em mim, o cara continuou lá”, relatou. “Aqui em São Paulo, na década de 70, quase 80, antes da Tupi quebrar e fechar, sem dúvida nenhuma, tinham diretores, não só de TV, mas de empresas, de rádio, jornal, e máquina de fazer parafuso. Qualquer coisa onde a mulher trabalhasse, e ainda mais no mercado de audiovisual, porque era novo e glamourizado, sem dúvida nenhuma existiam [assediadores].”

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Em 6 meses
Corrida ao Senado
Estelionatários
Vida dedicada ao funcionalismo
Reeleição

Últimas Notícias
29.10.2020 - 08:38
29.10.2020 - 08:37
29.10.2020 - 08:25
29.10.2020 - 08:14
29.10.2020 - 07:59


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho

Itamar Carvalho

Sidney de Souza

Marquinhos Carioca

Renato Anselmo

Pablo Queiroz

Pastor Jeferson

Paulo do Carmo

Vinícius Pardi

Aroldo Telles

Marcus Brito Jr.

Elzio Xaulin

Ledevino Conceição

Elias Santos

Edmilson Carmo

Gato Louco

Nilda Tosca



Informe Publicitário