Bolsonaro conta com '3 mosqueteiros' para sua defesa na TV | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 02 de Junho de 2020

ENTRETENIMENTO Terça-feira, 07 de Abril de 2020, 10h:19 | - A | + A




Tv aberta

Bolsonaro conta com '3 mosqueteiros' para sua defesa na TV

Apresentadores populares dão apoio ao presidente enquanto ele reforça sua guerra particular contra a Globo

TRESMOSQUETEIRO.png

 Foto: Reprodução/Terra

Corajosos ou bajuladores? As opiniões se dividem sobre a visibilidade valiosa que José Luiz Datena (Brasil Urgente, Band), Ratinho (Programa do Ratinho, SBT) e Sikêra Jr. (Alerta Nacional, RedeTV!) oferecem a Jair Bolsonaro. Eles estão entre os poucos apresentadores com audiência relevante que manifestam algum apoio ao presidente.

Nas últimas semanas, abriram espaço em suas atrações para que o chefe do Executivo defendesse, ao vivo, sua posição polêmica em relação à política de enfrentamento da pandemia de covid-19 no País. Datena, Ratinho e Sikêra se tornaram uma espécie de 'três mosqueteiros' de Bolsonaro na televisão, em referência ao trio de combatentes que defendem o rei Luís XIII da França no romance histórico homônimo de Alexandre Dumas.

O adjetivo 'corajoso' se aplica por conta da queda na popularidade de Bolsonaro: defendê-lo na TV passou a exigir destemor de críticas e da possível perda de público. Datena, Ratinho e Sikêra demonstram não ter preocupação com eventuais consequências negativas. Os três são conhecidos pela transparência — e a verborragia irrefreável — diante das câmeras.

Mas há quem os acuse de serem aduladores por poupar Bolsonaro de questionamentos contundentes a respeito dos erros e das controvérsias de sua gestão da crise no sistema de saúde e na economia por conta do caos produzido pelo novo coronavírus. Na visão dos descontentes, o trio aplica o jornalismo chapa-branca, ou seja, promove o líder do governo federal na TV sem contestá-lo ou dar espaço ao contraditório.

Neste momento de baixa no índice de aprovação, Jair Bolsonaro precisa do arrimo proporcionado pelo Brasil Urgente, Programa do Ratinho e Alerta Nacional. Juntos, esses programas atraem diariamente para frente da TV cerca de 4 milhões de cidadãos somente na Grande São Paulo, principal área de aferição da empresa Kantar Ibope. Um índice indispensável a quem precisa ampliar a comunicação com os tele-eleitores a fim de reabilitar a imagem política.

Enquanto isso, o presidente joga mais gasolina na relação explosiva com a Globo. Bolsonaro já desafiou o âncora e editor-chefe do Jornal Nacional, William Bonner, para um debate olho no olho, mas até agora foi ignorado. Sempre que pode, ele lança provocações contra a emissora onde é criticado cotidianamente em quase todos os telejornais. Os tiros têm saído pela culatra: cresceu a audiência do jornalismo do canal 'inimigo'.          

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(12) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

- 08-04-2020 06:47:26

*** O Treis CAFAGESTES pagos com o dinheiro da NAÇÃO, e se encaixam perfeitamente no texto !!! . *** Bolsonaro é um cafajeste. Não há outro adjetivo que se lhe ajuste melhor. Cafajestes são também seus filhos, decrépitos e ignorantes. Cafajeste é também a maioria que o rodeia. Porém, não é só. E algo que se constata é pior. Fossem esses os únicos cafajestes, o problema seria menor. Bolsonaro, e não era segredo pra ninguém, reflete à perfeição aquele lado mequetrefe da sociedade. Sua eleição tirou do armário as criaturas mais escrotas, habitués do esgoto, que comumente rastejam às ocultas, longe dos olhos das gentes. Bolsonaro não é o criador, é tão apenas a criatura dessa escrotidão, que hoje representa não pela força, não pelo golpe, mas, pasmem, pelo voto direto. Não é, portanto, um sátrapa, no sentido primeiro do termo Muitos se arrependeram, é verdade. No entanto, é mais verdadeiro que a grande maioria desse eleitorado ainda vibra a cada frase estúpida, cretina e vagabunda do imbecil-mor. Bolsonaro não é “avis rara” da canalhice. Como ele, há toneladas Brasil afora. A claque bolsonarista, à semelhança dos “dezembristas” de Luís Bonaparte, é aquela trupe de “lazzaroni”, muitos socialmente desajustados, aquela “coterie” que aplaude os vitupérios, as estultices do seu “mito”. Gente da elite, da classe média, do lumpemproletariado. Autodenominam-se “politicamente incorretos”. Nada. É só engenharia gramatical para “gourmetizar” o cretino. Jair Messias é um “macho” de meia tigela. É frágil, quebradiço, fugidio. Nada tem em si de masculino. É um afetado inseguro de si próprio. E, como ele, há também outras toneladas por aí. O bolsonarismo reuniu diante de si um apanhado de fracassados, de marginais, de seres vazios de espírito, uma patuléia cuja existência carecia até então de algum significado útil. Uma gentalha ressentida, apodrecida, sem voz, que encontrou, agora, seu representante perfeito. O bolsonarismo ousou voar alto, mas o tombo poderá ser infinitamente mais doloroso, cedo ou tarde. Nem todo bolsonarista é canalha, mas todo canalha é bolsonarista. Jair Messias Bolsonaro é a parte podre de um país adoecido.

Responder

7
6


alex r - 08-04-2020 11:08:25

Ele é um canalha e foi um militar a dizer isso e consta em sua ficha de expulsão ... o Traidor da pátria!!!!!

Responder

5
2


Jedae - 07-04-2020 14:56:23

maria QUÁ QUÁ QUÁ, você esta azeda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

2
2


Jedae - 07-04-2020 12:24:08

Esses político e seus aliados, não querem salvar vidas, é muito cedo, precisa morrer mais gente pra eles justificarem as decisões deles. E não podem falar de cura, afinal quem apresentou o remédio foi o presidente o maior inimigo deles e o povo que se dane!

Responder

1
4


Jedae - 07-04-2020 11:46:49

E as mortes não estão acontecendo, e os petetas putos da vida. Essa seita é satânica!!!!!!!!!!!!!!

Responder

2
5


alex r - 07-04-2020 16:13:10

Mortes estão acontecendo... mas a quarentena tem evitado o alto índice ... para de passar como louco cara! sua vida ta uma merda ok, vai la no cvv e pede ajuda... mas não fica passando como louco pra amenizar seu tédio....

Responder

3
1


Carlos Nunes - 07-04-2020 11:00:06

Puxa vida! Então tá bem representado, pois são os mais populares do Brasil. Falam uma linguagem que todo mundo entende, e não tem papas na língua...falam o que pensam na lata. E eu assisto os 3, uai. A Globo não assisto faz tempo...é que ela fala uma coisa, e os outros canais geralmente falam outra coisa. Em quem acreditar? Na Globo ou nos outros canais? É só assistir os outros e fazer a filtragem da notícia. 1 + 1 + 1 + 1....dá tanto. Os pseudos intelectuais do Brasil faz tempo tão mais perdidos do que cego em tiroteio...não sabem é de nada, mas fingem que sabem. Como em terra de cegos quem tem 1 olho é rei...tem gente que ainda acredita que são alguma coisa... É o caso da coronavírus, uai. OMS, Cientistas, etc, de coronavírus não sabem é bulhufas, pois se soubessem não morria ninguém, ou morria? Tão usando a humanidade como cobaia pra aprender. A gente teria que partir pras Terapias Alternativas, tais com: 1) fazer o tratamento dos doentes do coronavírus com o plasma (sangue) dos curados. 2) consultar os melhores Homeopatas do Brasil pra ver qual Homeopatia pode auxiliar no tratamento do coronavírus...na homeopatia "é o semelhante que cura o semelhante". Pergunta pros homeopatas qual homeopatia é semelhante ao coronavírus, uai. 3) consultar os nosso pajés do Brasil, das diversas tribos, pra ver qual o chá, a garrafada, etc. que aumenta a imunidade das pessoas, e fortalece o pulmão. A cura sempre está na Natureza...e os pajés conhecem a Natureza como ninguém. Não pode é ficar sentado, esperando os Laboratórios descobrirem a cura...enquanto as pessoas morrem...Senão fica com a música do Raul Seixas, Ouro de Tolo> Eu é que não me sento...No trono de um apartamento...Com a boca escancarada...Cheia de dentes...Esperando a morte chegar. Se ficar esperando muito, a morte chega. Coronavírus não vai sumir com um passe de mágica, ou vai?

Responder

5
6


alex r - 07-04-2020 11:45:06

Agora sabemos o porque que Bolsonaro descobriu a Cloroquina !!! ****Reportagem do New York Times afirma que o presidente dos EUA Donald Trump tem um motivo pessoal para ser o advogado número 1 do uso da cloroquina contra a epidemia de coronavírus. Trump é um político republicano que recebe doações eleitorais de empresa que é acionista da Sanofi, que produz a cloroquina na França e vende no mercado internacional. A própria família Trump teria investimentos em um fundo mútuo Dodge & Cox, cuja maior participação era na Sanofi.

Responder

7
1


alex r - 07-04-2020 16:10:58

Veja vc elencou coisa que estão sendo testadas, mas nada definitivo. VC consegue entender isso? Teste não é sinal de solução, A Coroquina é usada em último caso pq se vier a levar a morte ou outros sintomas já era o último recurso mesmo... O mundo inteiro está trabalhando para encontrar a cura, ou pelo menos algo que amenize os sintomas... Agora faz um favor : Não espalhe fake news, vc pode colocar " na minha opnião", na opnião de tal... mas pare de desinformar é vergonhoso!

Responder

2
1


Carlos - 07-04-2020 10:44:57

Conta com esses três mosqueteiros e mais 59% da população brasileira, ou seja, 123 milhões de brasileiros de bem que querem ver um pais sem corrupções, sem bandidagem, sem loteamentos de ministérios,etc.etc...

Responder

6
9


alex r - 07-04-2020 11:46:27

Sensacionalistas, demagogos, mentirosos ... nada éticos ou verdadeiros...sim bem cara de gente cretina.

Responder

7
3


Jedae - 07-04-2020 10:39:42

Mestre, como faço pra saber, se um esquerdopata é do PT, PSOL, PCdoB ou REDE? De capim a ele. SE ele esconder atrás do monte de alfafa e aparece a cada 4 anos é REDE. Se ele nominar travas de mulher, queimar e cheira o capim, é do PCdoB. Se fumar e do PSOL. SE fumar e dar o caneco é do PT!

Responder

6
4


12 comentários

coluna popular
Suspeita de coronavírus
Projeto viabilizado
Ano letivo prejudicado
Violência doméstica em pauta
Jocelito Eraldo de Souza não resistiu à doença

Últimas Notícias
02.06.2020 - 12:23
02.06.2020 - 11:44
02.06.2020 - 11:21
02.06.2020 - 10:00
02.06.2020 - 09:15




Informe Publicitário