Globo dispensa Antônio Fagundes ; Tony Ramos pode ser o próximo | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

ENTRETENIMENTO Terça-feira, 15 de Setembro de 2020, 10h:36 | - A | + A




Demissão

Globo dispensa Antônio Fagundes ; Tony Ramos pode ser o próximo

antonio-fagundes-17052018082048634.jpeg

 

A Globo deve mesmo acabar com o casting fixo de atores do canal.

O ator Antonio Fagundes, de 71 anos, foi mais um veterano a não ter o contrato renovado com a Globo. Ele tinha 44 anos de emissora.

Na semana passada, a Globo encerrou os contratos de Tarcísio Meira e Glória Menezes.

Segundos fontes da emissora, a ideia é não manter mais casting fixo de atores no canal, reduzindo custos. Nomes como Glória Pires, Tony Ramos, Lima Duarte e Fernanda Montenegro também não devem tem contratos renovados .

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 16-09-2020 08:35:45

Ih! A Globo ganhou BILHÕES DE REAIS em publicidade do Governo Federal, Petrobrás, etc, durante os governos do tio Lula e da tia Dilma...enquanto isso, os outros canais de TV ficaram a ver navios...não ganharam nada...Monopólio da Globo. Agora Democratizou o negócio...Distribuiu a grana entre todos, uai. Ou devia continuar injetando BILHÕES só na Globo? É ruim, hein...

Responder

1
1


Bolão - 15-09-2020 18:40:07

O Bozo atacou a Globo com o rebanho do gado bolsominion, entretanto, o dinheiro só mudou de destino e está indo para os canais que o ajudaram na campanha eleitoral! Bolsonaro libera milhões em publicidade para Datena e Ratinho! A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) privilegiou canais de TV ligados a grupos alinhados ao governo Jair Bolsonaro na campanha publicitária da reforma da Previdência. De acordo com reportagem publicada pela Folha, Record, Band e SBT foram contempladas com R$ 6,5 milhões, R$ 1,1 milhão e R$ 5,4 milhões, respectivamente. Só o gado apoia esse governo energúmeno! Fora Bolsonaro e toda a sua corja! Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/01/acao-publicitaria-da-secom-privilegiou-clientes-de-wajngarten-e-tvs-religiosas.shtml?origin=folha

Responder

1
2


Carlos Nunes - 15-09-2020 14:18:42

Ih! Segundo o Programa da Sônia Abrão, uns 20 atores e atrizes mais famosas do Brasil irão pro olho da rua...É que acabou a mamada nas tetas do Governo Federal que a Globo tinha...BOLSONARO cortou o leitinho. Até o futebol, Copa Libertadores será transmitida pelo SBT. Houve durante décadas, um Monopólio da Globo, que ficava com tudo, em detrimento dos outros canais de TV...Band, Record, SBT, Rede TV, Rede Brasil, e outras...Agora democratizou o negócio, cada um vai pegar uma fatia do Mercado...A Globo será só uma delas...Tá certo...Por que só a Globo pra encher os bolsos? O que a Globo tem de melhor que os outros canais? Daqui a pouco vão mandar embora é o Roberto Carlos, que tem um contrato milionário, só pra fazer 1 Programa por ano...e é proibido de ir em qualquer outra emissora...exclusivo da Globo. Nunca participou de um Teleleton, ou de outro Programa, nunca pôde cantar em emissora nenhuma. Como é que ele aceitou isso, sendo muito rico?

Responder

5
1


Bolão - 15-09-2020 18:30:16

Bolsonaro não é diferente dos outros, a única coisa que ele fez foi colocar o dinheiro da publicidade em outros canais como: Band, SBT, Record e Rede TV. Principalmente na RECORD! Em 2019, o padrão mudou. Em primeiro lugar ficou a Record, com R$ 10,3 milhões. Em segundo, veio o SBT, com R$ 7,3 milhões. Em terceiro veio a Globo, com R$ 7,07 milhões. Para superar a Globo, Record e SBT tiveram crescimentos exponenciais de seus faturamentos publicitários junto à Secom. Em relação a 2018, o crescimento do faturamento publicitário da Record junto à Secom no primeiro trimestre de 2019 foi de 659%, valor já considerando a variação da inflação no período. A Rede Record é ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, comandada pelo bispo Edir Macedo. O religioso declarou apoio à candidatura de Bolsonaro à Presidência. Fonte: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/04/15/gastos-publicidade-governo-bolsonaro-crescem-r-755-mi-record-lidera.htm

Responder

2
1


4 comentários

coluna popular
Secretários querem preservar cargos
Aprovado em primeira votação
Presidente apoia desconhecida em MT
Visita de Bolsonaro
Dramatizando

Últimas Notícias
21.09.2020 - 22:33
21.09.2020 - 21:06
21.09.2020 - 20:01
21.09.2020 - 19:38
21.09.2020 - 19:00


Muvuca (PL)

Adevair Cabral (PTB)

Chico 2000 (PL)

Misael Galvão (PTB)

Ricardo Lobo (PL)

Aladir (PL)

Sargento Joelson (SD)

Juca do Guaraná (MDB)

Luluca Ribeiro (MDB)

Macrean

Ralf Leite (MDB)

Renivaldo Nascimento

Toninho de Souza

Edna Sampaio (PT)

Robson Cireia (PT)

Ricardo Saad

Oseas Machado (MDB)

Rogério Varanda

Alex Ribeiro (PP)

Maurélio (PSDB)

Dudu Santos

Marcelo Bussiki

Vinícyus Clovito

Diego Guimarães

Mário Nadaf

Marcos Veloso

Gisele Almeida

Orival do Farmácia

Wilson Kero-Kero

Dr. Xavier

Justino Malheiros

Zidiel Coutinho

Sargento Vidal

Dídimo Vovô

Clebinho Borges

Júlio da Power

Jamilson Moura

Emídio de Souza (PSL)

Adalberto Cavalcanti

Ricardinho

Kako do CPA

Dilemário Alencar

Max Campos (PSB)

Cezinha Nascimento

Edienes Hadassa

Dr Luiz Fernando

PF Rafael Ranalli

Gabriel Henrique

Itamar Jefferson (PL)

Cristiano Paraqueda

Sebastião Moraes

Daniel

Justino Campos

Rafael "Faré"

Darley Gonçalves

Osmar Rodrigues "Chefinho"

Elenir Pereira

Prof.instrutor Joaquim Neto

Diogo Fernandes

Ade Silva

Sargento Ozeni

Dito Paulo

Paulo Macedo

Luiz BA

Professor Frankes

Paulo da VGDI

Valdemir MM

Weto Salgado

Dr. Daúde

Bob Medina

Wagner Vinícius

Luis Carlos

Carlos Henrique do Correio

Adv Cris

Elenir Pereira

Zé Carlos

Luis Cláudio

Huelton Souza

Rosenil Luiz (Canelinha de pacu) (PL)

Sargento Ozeni

Luiz Poção (PL)

Edilson Odilon (PL)

Paulinho CPA

Germânio Araújo

Chico do Leblon

Delegado Garcia

Renato Anselmo

Cleber Adôrno

Doidinhoducorte

Neno do Pascoal Ramos

Prof. Jorginho



Informe Publicitário