Ximbinha é acusado de agredir cantora de sua banda; músico nega | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020

ENTRETENIMENTO Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2020, 10h:15 | - A | + A




FAMOSOS

Ximbinha é acusado de agredir cantora de sua banda; músico nega

O músico Ximbinha, conhecido por ter integrado a dupla Calypso ao lado de sua ex-esposa, Joelma, foi acusado de ter agredido a cantora Carla Maués, que saiu de sua atual banda, Cabaré do Brega, na última semana.

 
 
O guitarrista Ximbinha. © Instagram / @cabaredobrega_oficial O guitarrista Ximbinha.

O músico Ximbinha, conhecido por ter integrado a dupla Calypso ao lado de sua ex-esposa, Joelma, foi acusado de ter agredido a cantora Carla Maués, que saiu de sua atual banda, Cabaré do Brega, na última semana.

'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

A denúncia foi feita por Wladimir Costa, cantor paraense da Banda Wlad e ex-deputado federal, em vídeo publicado em seu Facebook na noite de terça-feira, 14. Wlad Costa, como é conhecido, ganhou notoriedade nacional após ostentar uma tatuagem com o nome de Michel Temer, então presidente, em 2017.

Segundo Wlad, Ximbinha teria agredido Carla Maués dentro de seu estúdio, diante da presença de outros músicos e da filha da cantora, de 6 anos de idade. Ele também a teria chamado de "prostituta" e "vagabunda".

"Artistas, produtores, compositores, vocês precisam banir o cantor Ximbinha. Ele é agressor de mulher. Quero te falar, Ximbinha, que tu andas ameaçando a Carla. Tu pensas que ela é o que? Uma cadela sem dono? Ela tem uma família, tem marido e tem amigos. Vários amigos advogados já estão se manifestando e ela vai entrar com medida protetiva contra a sua pessoa. Vai te levar à Justiça do Trabalho, entrar com ação criminal e na Justiça", afirmou Wlad.

Deputado fez homenagem ao presidente Temer em seu braço

Em outro momento, prosseguiu: "Ela era tua funcionária. Além dos direitos trabalhistas tem uma coisa chamada assédio moral. Não é porque é patrão que tem direito de humilhar, berrar, pisar e agredir".

Por meio de sua assessoria de imprensa, Ximbinha se posicionou por meio de uma nota repleta de ataques a Wlad Costa.

"Informamos que o Projeto Cabaré do Brega tomará todas as medidas judiciais cabíveis e processará o 'contador de histórias infundadas' e agressor de professor Wladimir Costa pelas acusações infundadas feitas ao grupo Cabaré do Brega", diz a nota.

Sobre a possibilidade de processo, Wlad Costa escreveu em seu Facebook: "ser processado por defender uma mulher, mãe, negra, artista renomada, esposa, filha, que foi barbaramente agredida, inclusive na frenta da filha de seis anos, por esse elemento, para mim é motivo de orgulho".

No dia 10 de janeiro, Carla Maués publicou uma nota falando sobre sua saída do projeto Cabaré do Brega.

"Em respeito aos meus fãs e às pessoas que curtem e acompanham o meu trabalho, venho por meio desta informar que eu, Carla Maués, não faço mais parte do elenco de artistas do projeto 'Cabaré do Brega'", informa.

Na sequência, concluiu: "Sigo em carreira solo, fazendo o que mais amo fazer: cantar pra vocês! Beijo no coração de todos, nos veremos em breve".

O E+ tentou entrar em contato com a cantora, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Em cerca de dois anos, entre 2015 e 2017, quatro cantoras deixaram a banda comandada por Ximbinha à época, a X-Calypso.

O músico também já foi acusado de agressão por sua ex-esposa, Joelma. Em entrevista à Marie Claire em 2018, relembrou a primeira vez que o fato teria ocorrido: "Ele me bateu no rosto e fiquei com o olho inchado. Não sei dizer nem por quê aquilo aconteceu".

Anos depois, Ximbinha acusou a ex de queimar seus sapatos e sumir com seus instrumentos.

Confira abaixo o vídeo postado por Wlad Costa sobre as supostas agressões a Carla Maués.


Leia também a íntegra do comunicado divulgado por Ximbinha:

"Em relação ao vídeo veiculado pelo vocalista aposentado da falida Banda Wlad nas redes sociais, informamos que o Projeto Cabaré do Brega tomará todas as medidas judiciais cabíveis e processará o “contador de histórias infundadas” e agressor de professor (como demonstra vídeo) Wladimir Costa pelas acusações infundadas feitas ao grupo Cabaré do Brega. Ele será processado por calúnia, difamação, injúria, constrangimento, dano moral, prejuízo comercial e ameaça. Todos os procedimentos neste sentido estão já estão sendo instaurados.

Aproveitamos a oportunidade para divulgar a nova cantora do Cabaré do Brega. Será a amapaense Jessica Rodrigues, de 28 anos, que irá agregar a sua voz e o seu talento a este projeto de sucesso. A estreia de Jéssica será no próximo sábado, dia 18, em um show no Maranhão e na segunda, 20, ela sobe ao palco no Pará.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Ato de empatia
Nota de pesar
Será que vai, desta vez?
Longos anos
Provas dos crimes

Últimas Notícias
23.01.2020 - 22:30
23.01.2020 - 19:35
23.01.2020 - 18:59
23.01.2020 - 17:45
23.01.2020 - 17:33




Informe Publicitário