Assembleia recebe primeira feira de arte e artesanato indígena do Alto do Xingu | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

GERAL Segunda-feira, 07 de Outubro de 2019, 15h:13 | - A | + A




CULTURA

Assembleia recebe primeira feira de arte e artesanato indígena do Alto do Xingu

A exposição acontece no saguão principal da sede do Parlamento, dessa segunda até sexta-feira, das 8h às 17h. Ao todo, 11 expositores apresentam artigos e produtos ligadas à cultura dos povos Wuaja e Aruak


redacaomuvuca@gmail.com

Com o objetivo de promover a cultura e divulgar os trabalhos artesanais dos povos indígenas de Mato Grosso, a Assembleia Legislativa realiza a primeira feira de arte e artesanatos produzidos pelos índios de aldeias do Alto do Xingu. A exposição acontece no saguão principal da sede do Parlamento, dessa segunda (7), até sexta-feira, das 8h às 17h. Ao todo, 11 expositores apresentam artigos e produtos ligados à cultura das etnias Wuaja e Aruak.  A organização é do Instituto Memória do Poder Legislativo (IMPL).

“A realização da feira visa dar visibilidade aos povos indígenas de Mato Grosso, que representam muito da cultura e da história do estado”, afirma a superintendente do IMPL, Mara Visnadi. Segundo ela,  a AL tem intensificado os trabalhos para se aproximar mais de todas as regiões do estado para divulgar e promover as riquezas culturais e artísticas, por meio do espaço cultural gerido pelo Instituto Memória.

Para os expositores a oportunidade é importante para divulgar e comercializar os produtos que representam as suas identidades e que também são geradores de renda para os povos do Alto do Xingu. A maior dificuldade é a distância, são mais de 800km de Cuiabá, e a locomoção é feita parte em frete de caminhão da aldeia até Canarana, onde pegam um ônibus para chegar a capital, conforme explica o índio Tumonumaca Waja, que é um dos coordenadores do grupo.

A desembargadora Maria Erotides visitou a feira durante uma agenda na ALMT e ficou encantada com exposição. “É de uma beleza e de uma representatividade tão grande para as nossas referências culturais que já estamos conversando para prorrogar e estender essa feira para o Tribunal de Justiça”, adiantou sensibilizada também pelas dificuldades enfrentadas pelo grupo.  

No local estarão à disposição do público artigos criados pelos índios. São redes, ocas em miniatura, colares, adornos de cabelo, zarabatanas, e arco e flecha, que poderão ser apreciados e adquiridos pelos visitantes do Poder Legislativo.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários