Alunos da rede estadual se destacam em Olimpíadas Nacional de Ciências | MUVUCA POPULAR

Domingo, 08 de Dezembro de 2019

GOVERNO Sábado, 16 de Novembro de 2019, 09h:23 | - A | + A




Alunos da rede estadual se destacam em Olimpíadas Nacional de Ciências

 Foto: divulgação

Vinte e um alunos de escolas da rede estadual de Mato Grosso ficaram entre os melhores colocados na Olímpiada Nacional de Ciências 2019. Três desses alunos são do 1º ano do ensino médio e conquistaram medalhas de bronze, os demais foram premiados com certificação de menção honrosa.

A Olimpíada Nacional de Ciências é destinada a estudantes do Ensino Médio e do 9º ano do Ensino Fundamental. Este ano, quase dois milhões de estudantes de escolas públicas e privadas de todo o país se inscreveram na competição e 10 mil deles foram premiados com medalhas de ouro, prata e bronze e menções honrosas.

A Escola Estadual Plena São José do Rio Claro, localizada no município de São José do Rio Claro (a 315 quilômetros de Cuiabá), foi a unidade da rede estadual que teve o maior número de alunos premiados. Um deles conquistou medalha de bronze e quatro receberam menções honrosa.

Segundo a diretora da escola, Aubley Zeri, a participação dos alunos em olimpíadas, concursos e programas de avaliação já é tradicional na escola e há anos tem tido êxito nos resultados. “A participação dos alunos é uma forma de verificar como está a aprendizagem deles”.

Para ela, além do incentivo dos professores, a questão de a escola ser em tempo integral contribui muito para esses resultados, pois tem carga horária estendida. “Na disciplina de Ciências da Natureza, por exemplo, na escola regular os alunos normalmente têm de uma a duas aulas de química, física e biologia. Aqui, nossos alunos têm três aulas de cada uma dessas disciplinas, além da prática experimental. Então isso enriquece muito a aprendizagem do aluno, pois quando ele coloca a mão na massa e tem um suporte teórico maior, ele acaba aprendendo muito mais”, avalia a diretora.

“Nós ganhamos o prêmio, mas o mérito também é da escola, dos professores e de todos os profissionais, que se dedicam cada vez mais para nos passar o máximo de informações, de ensino e conhecimento”, disse o aluno Pedro Lucca Moretti Portugal, que foi medalhista de bronze.

Além de Pedro Lucca, os alunos premiados da escola São José do Rio Claro foram Júlia Rodrigues Celloni, Gabriel Gonçalves Xavier Baumann, Diego Barreto Vieira e Aline Gabriela Andrade Ferreira, que receberam Menção Honrosa.

A Escola Estadual Plena Professor Antônio Epaminondas, de Cuiabá, também ficou bem colocada em número de estudantes premiados. O aluno Elian Lacerda Alves de Siqueira Rodrigues ganhou medalha de bronze e Francisco Benvenuto Bernardo da Silva e Leydiane Stephany Ferreira de Queiroz receberam menção honrosa.

“Foi uma surpresa muito grande quando vi meu nome entre os medalhistas. Estou muito feliz com o resultado e isso foi conquistado graças ao incentivo dos professores”, disse Elian Lacerda.

O professor de biologia e de projeto de vida da escola Antônio Epaminondas, Rômulo Figueiredo dos Santos, foi o responsável por fazer a inscrição dos alunos. Ele avalia a participação como muito positiva, pois essa foi a primeira vez que a escola se inscreveu e já teve premiados. “Sabemos que a prova não foi fácil e, entre dois milhões de inscritos em todo o país, a nossa escola teve três alunos entre os melhores. Foi um aproveitamento muito bom”.

Segundo a professora Ilma Machado, de Ciências e iniciação científica, o resultado das olimpíadas mostra o trabalho que a escola vem desenvolvendo com os alunos ao longo dos anos, tanto no pedagógico quanto na formação pessoal. “Essa avaliação externa é muito importante para eles, pois trabalha vários aspectos, inclusive a autoestima”.

Orientadora da área de Ciências da Natureza, a professora Elisaine Vaz Santos, acredita que a participação dos alunos em provas externas ajuda a aumentar o interesse deles pela disciplina. “São complementos para a formação do aluno e esse é o papel da escola integral, trabalhar com o projeto de vida, orientando e direcionando o aluno, principalmente pra área profissional”, completa.

A terceira medalha de bronze foi para a aluna Edilene da Silva Bellaver, da Escola Estadual de Educação do Campo Nova União, localizada no município de Nova Canaã do Norte (a 699 quilômetros de Cuiabá). Para ela, a olimpíada deixou uma grande lição e um ensinamento que nunca vai esquecer. “Me ensinou a acreditar em minha capacidade e a jamais desistir antes de tentar. A nossa determinação é o único caminho que levará aonde todos os nossos sonhos estão”, disse a aluna, agradecendo ao professor Itamar e a escola pelo incentivo”.

Alunos do 9º ano também foram premiados com moção honrosa. Eles são Lara Sibeli de Oliveira Pastro e Kásia dos Santos Miranda, ambas da EE Cleufa Hubner, do município de Sinop; Luciano Augusto Drescher, da EE Militar Tiradentes Coronel Celso Henrique Souza Barbosa, de Nova Mutum; Kauã Cristian Campos Mathielo, da EE Maria Auxiliadora, de Alto Paraguai; Maria Eduarda Alves dos Santos, da EE Deputado Oscar Soares, Alto Garças; Jairo de Mauro Reis, EE André Antônio Maggi, do município de Cotriguaçu; Thiago Rodrigues Ferreira de Moraes, da EE Dom Francisco de Aquino Correa, de Cuiabá.

No 1º ano do ensino médio, foram premiados com Menção Honrosa os alunos Rayssa Poliana da Silva e Thaisa Esser de Oliveira, ambas da EE André Antônio Maggi, do município de Cotriguaçu; Maria Eduarda Muller, da EE Padre Johannes Berthold Henning, Nova Mutum; Keitty Matuchapi dos Santos, EE Wilson de Almeida, Nova Olímpia; e Monica Aparecida Flores Oliveira, EE Francisco Saldanha Neto, Tabaporã.   Do 3° ano o aluno Luiz Filipe Pereira Gomes, da EE Marechal Eurico Gaspar Dutra, de Barra do Garças, ganhou certificado menção honrosa.

Premiação

A solenidade oficial de premiação da ONC está marcada para o dia 28 de novembro, às 18h, em São Paulo. Serão premiados 300 estudantes medalhistas de ouro e 75 que mais se destacaram em cada nível. Os demais estudantes receberão as medalhas e menções honrosas em seus respectivos estados. Todos os estudantes que participaram da ONC 2019 receberão certificado de participação.

A Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) é uma promoção do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e constitui um programa das Sociedade Brasileira de Física (SBF), Associação Brasileira de Química (ABQ) e Instituto Butantã, responsáveis por sua execução.

O objetivo da Olimpíada é despertar e estimular nos alunos o interesse pelo estudo das ciências naturais; aproximar as instituições de ensino superior, os institutos de pesquisa e sociedades científicas das instituições do ensino médio e do ensino fundamental; identificar estudantes talentosos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas; proporcionar desafios aos estudantes visando o aprimoramento de suas formações.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Sorte em jogo
Sem RGA
Amor começou na juventude
Digno de pena
Permanece no cargo por 2 anos

Últimas Notícias
08.12.2019 - 16:15
08.12.2019 - 13:00
08.12.2019 - 09:42
08.12.2019 - 09:27
08.12.2019 - 09:22




Informe Publicitário