AMM defende reforço financeiro para os municípios no combate ao coronavírus | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

GOVERNO Terça-feira, 19 de Maio de 2020, 20h:04 | - A | + A




AMM defende reforço financeiro para os municípios no combate ao coronavírus

 Foto: Reprodução

Os dirigentes municipalistas que compõem o Conselho Político da Confederação Nacional dos Municípios avaliaram o cenário econômico e financeiro dos municípios com a pandemia e debateram estratégias para agilizar o repasse de recursos para os municípios, que já acumulam perdas, devido à diminuição da atividade econômica. Eles voltaram a se reunir nesta segunda-feira, por meio de videoconferência.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, que integra o Conselho Político e participou da videoconferência, defendeu critérios justos de distribuição dos recursos entre os entes federados no combate à pandemia do coronavírus.

A Medida Provisória 909/2019, que divide R$ 9 bilhões entre os Estados, Municípios e o Distrito Federal, foi um dos assuntos debatidos na videoconferência. A MP foi aprovada pelo plenário do Senado no dia 13 de maio, em sessão remota e aguarda sanção presidencial. Originalmente, a proposta previa que o dinheiro seria usado para abater dívida pública dos entes. No entanto, diante do atual cenário, o texto sofreu alterações na Câmara dos Deputados para destinar os recursos para aquisição de equipamentos e materiais de combate à Covid-19. De acordo com as regras aprovadas pelos parlamentares, 50% dos recursos ficarão com os municípios e a outra metade será distribuída entre os Estados e o Distrito Federal. Caberá ao governo federal definir os critérios de distribuição, levando em conta, por exemplo, o número de infectados por coronavírus em cada localidade.

Considerando que esse critério de distribuição dos recursos não favorece os municípios de Mato Grosso, o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, sugeriu, durante a videoconferência, que a divisão seja feita pelo mesmo critério da distribuição do FPM. “A nossa proposta será apresentada ao ministério da Economia e caso seja acatada, irá representar um repasse extra de 1% de FPM para os municípios de Mato Grosso, a exemplo do que já ocorre em julho e dezembro”, frisou.

A sanção do Projeto de Lei Complementar 39/2020, que prevê um auxílio financeiro de até R$ 125 bilhões para estados, municípios e Distrito Federal, também foi debatido. Deste valor, há o repasse de R$ 60 bilhões, em quatro parcelas mensais, sendo R$ 10 bilhões reservados ao combate ao novo coronavírus. Os recursos visam a recomposição das perdas que os municípios tiveram com o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS e Imposto sobre Serviços- ISS devido à redução da atividade econômica que ocorreu com a pandemia. A estimativa é que os municípios de Mato Grosso recebam R$ 961,2 milhões após a sanção do presidente, que tem prazo até 27 de maio para assinar o ato.

A suspensão das eleições municipais de outubro foi outro tema em pauta na videoconferência.   O senador Wellington Fagundes, que participou da reunião por telefone, é autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para tornar coincidentes os mandatos eletivos, criando uma eleição geral em 2022.  A PEC já conta com 23 assinaturas dos senadores, faltando ainda mais quatro assinaturas de parlamentares para ser apresentada no Senado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

jose a silva - 21-05-2020 07:18:56

AMM? ASSOCIAÇÃO DE MAURO MENDES? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.........................

Responder

0
0


1 comentários

coluna popular
Presidente do PV é cotado à prefeitura de Cuiabá
Cinco pessoas próximas testaram positivo
Vírus se alastra no Governo Estadual
Possível contaminação em massa no Executivo
Reação pronta

Últimas Notícias
04.06.2020 - 20:01
04.06.2020 - 19:00
04.06.2020 - 17:53
04.06.2020 - 17:47
04.06.2020 - 17:22




Informe Publicitário