Em sessão solene, deputada homenageia Orquestra Sinfônica da UFMT | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020

GOVERNO Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019, 14h:45 | - A | + A




Em sessão solene, deputada homenageia Orquestra Sinfônica da UFMT

Segundo a deputada, esses 40 anos da Orquestra da UFMT significam um marco na democratização e difusão da cultura e da educação em nosso estado


redacaomuvuca@gmail.com

Em comemoração aos 40 anos da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputada estadual Janaina Riva (MDB) realiza nesta segunda-feira (09.12), sessão solene em sua homenagem. O evento acontece no plenário de deliberações “Deputado Renê Barbour” a partir das 14h.

Segundo a deputada, esses 40 anos da Orquestra da UFMT significam um marco na democratização e difusão da cultura e da educação em nosso estado.

“E em tempos onde subestimamos os valores social e econômico que a cultura agrega, é bom olharmos um pouco para trás e vermos que sim, a cultura transforma pessoas, sociedades, mundos. Com uma história que nasce com os fundadores Gabriel Novis Neves e Pedro Benedito Dorileo, reitores da UFMT, a Orquestra veio romper um dos grandes estigmas da Cultura – que colocava a música clássica como parte da “alta cultura”, consumida apenas pela elite intelectual”, defendeu a parlamentar.

Nestes 40 anos, a orquestra contou com seis maestros: Konrad Wimmer (1979-1985); Marcelo Bussiki (1986-1991); Ricardo Rocha (1992-1993); Roberto Victorio (1994-1995); Fabrício Carvalho (1997-2019); e Silbene Perassolo- que em 2002 dividiu a direção artística enquanto o regente titular estava afastado para cursar o mestrado.

“É o reconhecimento institucional do colegiado que representa a sociedade. Tanto a câmara quanto a assembleia reconhecem na UFMT e na Orquestra Sinfônica a importância estratégica na disseminação da educação e da cultura. Isso nos enche de orgulho e responsabilidade e nos faz mais fortes para continuar trabalhando. A Orquestra se sente muito honrada, desde os que por aqui passaram e os que estão aqui, e energizados para continuar esta caminhada”, aponta o maestro Fabrício Carvalho.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Ato de empatia
Nota de pesar
Será que vai, desta vez?
Longos anos
Provas dos crimes

Últimas Notícias
23.01.2020 - 17:45
23.01.2020 - 17:33
23.01.2020 - 16:50
23.01.2020 - 16:09
23.01.2020 - 16:06




Informe Publicitário