Mendes determina auditoria para investigar "supersalários" na gestão Taques | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 25 de Março de 2019

GOVERNO Terça-feira, 08 de Janeiro de 2019, 07h:47 | - A | + A




Desconfia de Taques

Mendes determina auditoria para investigar "supersalários" na gestão Taques

Por: Redação Muvuca Popular

Foto: Marcos Vergueiro

 

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), determinou que seja realizada uma auditoria na Folha de Pagamento do mês de dezembro de 2018, em decorrência das informações de que haveria “super remunerações” entre os servidores públicos da ativa.

A auditoria, que será realizada pela Controladoria Geral do Estado, se torna necessária, segundo o governador, para averiguar o que motivou o pagamento desses valores.

Além da folha de pagamento dos funcionários da ativa, a auditoria também será ampliada para a folha dos inativos e pensionistas.

O procedimento não irá atrapalhar o pagamento do salário dos servidores púbicos, que receberão as remunerações de acordo com o calendário de escalonamento, já divulgado na última sexta-feira (4). Desde que não seja identificada alguma irregularidade na auditoria.

A gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB) deixou o estado com dívidas acumuladas de folha de pessoal, custeio e investimentos no valor aproximado de R$ 2 bilhões. Para piorar a situação o estado nao recebeu o repasse do FEX do Governo Federal.      

Por conta disso, o novo governador informou que o pagamento dos salários de dezembro de 2018 dos servidores ativos e inativos, no valor total líquido de R$ 552 milhões, observará o seguinte calendário:       

Dia 10/01: todos os 33.473 aposentados e pensionistas, independente do valor dos proventos, no valor total de 177 milhões; e aproximadamente 43 mil servidores em atividade que recebem até R$ 4 mil líquidos e seus pensionistas, totalizando R$ 168 milhões;      

Dia 24/01: 16.531 servidores em atividade que recebem até R$ 6 mil líquidos, no valor de R$ 73 milhões;      

Dia 30/01: todos os demais 13.063 servidores ativos, no valor total de R$ 133 milhões.      

Pelas mesmas razões, o décimo terceiro salário remanescente de 2018, no valor de R$ 127 milhões, será pago em quatro parcelas, observado o seguinte calendário:      

1ª parcela: dia 31/01      

2ª parcela: dia 28/02      

3ª parcela: dia 31/03      

4ª parcela: dia 30/04      

O décimo terceiro salário referente ao ano de 2019 será pago a todos os servidores ativos e inativos no mês de dezembro do corrente ano.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Luiz - 09-01-2019 20:46:08

Governador dos soberbos, vocês deveriam estender essa auditoria também nos duodécimos dos poderes nos ensentivo fiscais, as benefício quê a 40 anos dão ao magnatas do agronegócio, a legalização das áreas que pertence ao estado paras para grupos de latifundiários, a sim tudo bem em auditar a folha, mas agora vim jogar a sociedade contra os funcionários públicos, com essa balelas de super salário, ainda mas desse cargos que estão em via de extinção que não são regras na classe dos funcionários, mas uma excessão de algumas categorias nos seus plano de carreira todos os trabalhadores merece ganhar bem deveria ser regra não excessão, mas o senhor como veio da iniciativa privada jamais concordaria com isso pois vivem na exploração dos trabalhadores, se não aguenta renuncia já, pra não acabar como os governos anteriores CAMBADA DE EXPLORADORES DE MÃO DE OBRA BARATA.i

Responder

2
0


INDIGNAÇÃO - 09-01-2019 14:38:44

Olhando pelo retrovisor ? Pedro Taques fez o mesmo e acabou como acabou. Mauro Mendes é Pedro Taques 2.0. Vai acabar com o servidor público.

Responder

2
0


INDIGNAÇÃO - 09-01-2019 14:38:30

Olhando pelo retrovisor ? Pedro Taques fez o mesmo e acabou como acabou. Mauro Mendes é Pedro Taques 2.0. Vai acabar com o servidor público.

Responder

0
0


José - 09-01-2019 13:12:40

Quando é que a Auditoria vai apurar os desvios e fraudes do desgoverno taques da transformação em caos e roubalheira, dando explicações sobre como vamos recuperar as fraudes referente a caravana da transformação, a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

Responder

1
0


julio - 09-01-2019 10:29:39

Interessante é que O SECRETARIO SEFAZ DO TAQUES É O MESMO DO MENDES, e esse Secretário quando do Taques disse que o deficit de MT era de 450 milhões, agora com Mendes ele diz que o deficit é 4 bilhões? Quando ele mentiu, quando falou a verdade? Todos os sítios, inclusive este publicou a fala do Secretário. Será que o SEFAZ não conhece ou não conhecia as contas do Estado??? Tem muita coisa mal explicada aí..... O povo dê o nome para esse tipo de conduta do Secretário...

Responder

6
0


Anderson - 09-01-2019 08:37:09

Duas hipóteses sobre o governo taques e sua equipe: 1- essa turma que ganha muito devolve salário? 2- quebraram o estado pagando vantagens para os protegidos políticos?

Responder

1
2


6 comentários

coluna popular
Vídeo portando arma não era com vereador Abílio
'Grampolândia Pantaneira'
Após rumores de que poderia ir para outro partido
O processo da deputada foi enviado ao MPF
Cancelamento do festival 300 anos

Últimas Notícias
24.03.2019 - 18:12
24.03.2019 - 17:34
24.03.2019 - 17:23
24.03.2019 - 16:33


Emanuel Pinheiro

Valtenir Pereira

Procurador Mauro

Gisela Simona

Lúdio Cabral

Janaina Riva

Juiz Julier

Mauro Carvalho

Fábio Garcia

Ulysses Moraes

Pedro Taques

Victório Galli

Nenhum deles



Informe Publicitário