MT recebe 3 mil comprimidos de cloroquina para tratamento de casos graves da COVID-19 | MUVUCA POPULAR

Sexta-feira, 05 de Junho de 2020

GOVERNO Sexta-feira, 03 de Abril de 2020, 18h:24 | - A | + A




MT recebe 3 mil comprimidos de cloroquina para tratamento de casos graves da COVID-19

Remédio será utilizado em pacientes que estejam hospitalizados com quadro clínico agravado, conforme a recomendação do Ministério da Saúde


redacaomuvuca@gmail.com

O Estado de Mato Grosso recebeu do Ministério da Saúde cerca de 3 mil comprimidos do medicamento cloroquina para serem usados como terapia auxiliar no tratamento de casos graves de coronavírus, mais especificamente em pacientes hospitalizados.

A confirmação da chegada dos remédios foi anunciada pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo. “Apesar de não ter nenhum estudo científico concluído sobre a eficácia do medicamento no enfrentamento ao coronavírus, o Ministério autorizou a utilização do remédio como terapia adjuvante no tratamento de casos graves da doença, em pacientes hospitalizados, devido às experiências promissoras realizadas em outros países”.

O secretário ainda alerta sobre o perigo da automedicação, já que o uso do remédio sem prescrição médica coloca qualquer pessoa em risco eminente, podendo gerar sérias complicações no organismo, como retinopatia e distúrbios cardiovasculares.

“Reforço que esse remédio não pode ser usado ao apresentar algum tipo de sintoma semelhante ao coronavírus e nem como prevenção à COVID-19. A prevenção é aquela básica que todos já sabem: lavar as mãos com água e sabão, usar máscara e ficar em isolamento social, se possível”, lembra Gilberto.

As equipes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) trabalham para realizar, nesta semana, a distribuição do medicamento aos hospitais de referência que estão habilitados para atuar no tratamento dos pacientes com coronavírus.

O uso do medicamento foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o tratamento da COVID-19 em pacientes com quadro clínico agravante, seguindo as instruções do Ministério publicadas na Nota Informativa nº 5/2020-DAF/SCTIE/MS.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Fiscalização continua
Assintomático e isolado em casa
Ninguém quer assumir
Números não param de subir
Presidente do PV é cotado à prefeitura de Cuiabá

Últimas Notícias
05.06.2020 - 20:06
05.06.2020 - 19:43
05.06.2020 - 19:40
05.06.2020 - 19:34
05.06.2020 - 19:32




Informe Publicitário