Municípios não cumprem transparência fiscal exigida pelo TCE | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

GOVERNO Quinta-feira, 16 de Maio de 2019, 18h:07 | - A | + A




Prestação de Contas

Municípios não cumprem transparência fiscal exigida pelo TCE

Mais de 65% dos gestores não realizaram audiências públicas


redacaomuvucapopular@gmail.com

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), divulgou nesta quinta-feira (16) que a maioria dos municípios de Mato Grosso não estão cumprindo a transferência fiscal exigida pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Segundo o órgão, cerca de 65% dos gestores não realizaram as audiências públicas quadrimestrais e não publicaram os relatórios necessários.

A execução orçamentária e o cumprimento dos limites ocorrem a partir de metas estabelecidas pela LRF, mediante a fiscalização dos Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) e Relatórios de Gestão Fiscal (RGF) publicados pelos chefes dos Poderes Executivos Municipais.

No entanto, devido à um novo sistema de acompanhamento das publicações e divulgações do exercício de 2018, o TCE constatou que 61% dos municípios não publicaram os RREO e 64% não publicaram os RGF nos meios oficiais.

Além disso, conforme as avaliações feitas pela Secex Receita e Governo, 39% dos municípios sequer estabeleceram metas fiscais na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO), enquanto outros 25% descumpriram as metas de Resultado Primário e apenas 36% cumpriram com o que foi estabelecido.

Desta forma, a ausência de publicação no Diário Oficial e divulgação dos Relatórios no Portal Transparência das prefeituras, juntamente com o não encaminhamento ao TCE e à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), podem implicar em multa de até 30% do subsídio anual do prefeito municipal.

Segundo o secretário de Controle Externo de Receita e Governo, Joel Bino do Nascimento Junior, os relatórios precisam ser divulgados de forma que possam ser facilmente identificados. “Não basta publicar apenas uma informação dizendo que o RGF está no mural da prefeitura, precisa ser publicado oficialmente e divulgar os relatórios no Portal Transparência”, afirmou.

Ademais, Joel Bino ressaltou que é de exigência a realização de audiências públicas para apresentar os dados para a sociedade. O prazo para publicação dos RGF do 1º Quadrimestre de 2019 é dia 30 de maio, devendo os prefeitos se atentarem às novas medidas para mudar os resultados de 2018.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Miguel - 17-05-2019 09:57:52

Faz igual Bolsonaro corta as verbas até fazem o que tem que fazer

Responder

0
0


Meire Silmara - 17-05-2019 09:33:15

Acho esse espaços importantes para sabermos o que estão sendo feito ou não com nosso dinheiro. A participação da sociedades, mecanismo importante mas que poucos participam e tem interesse em participar, não sei se são desiludidos ou preguiça da população em cobrar participar mais

Responder

0
0


Cristiane - 17-05-2019 09:26:56

Nem vão né?

Responder

0
0


3 comentários