Servidores fazem paralisação contra reforma da Previdência  | MUVUCA POPULAR

Domingo, 22 de Setembro de 2019

GOVERNO Quinta-feira, 18 de Abril de 2019, 10h:28 | - A | + A




Na próxima semana

Servidores fazem paralisação contra reforma da Previdência

Sintep convoca categoria para paralisação na próxima quarta-feira (24)

(redacaomuvuca@gmail.com)
Redação

 

Os servidores da educação realizam na próxima quarta-feira (24) uma paralisação contra a reforma da Previdência do presidente Jair Bolsonaro (PLS), que tramita na Câmara dos Deputados.

Em Cuiabá a concentração será a partir das 14h, em frente a Secretaria de Educação Estadual (SEDUC), e nos municípios a organização será nas subsedes.  

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), os profissionais também pretendem cobrar do governador Mauro Mendes (DEM) a valorização salarial da categoria. 

“Desde que assumiu, o governador e a secretária de estado, Marioneide Kliemaschewsk, não cumprem com as políticas de Estado, que asseguram o direito à educação com qualidade e valorização profissional. O descaso promove inúmeros transtornos nas escolas, com graves prejuízos para a Educação Pública e para os educadores e educadoras”, informou o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira.  

Segundo Pereira, os trabalhadores exigem o cumprimento de direitos profissionais, entre eles a Lei nº 510/2013 (Dobra do Poder de Compras dos salários), que está ameaçada com medidas que cortam os investimentos.  

A paralisação de um dia em Cuiabá integra o Ato Nacional, que marca a 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública e contra a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(10) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Carlos Nunes - 18-04-2019 17:09:53

Pois é, alguém AFUNDOU, ARREGAÇOU, com a Economia Brasileira...gerou o desemprego de mais de 14 milhões de trabalhadores, e mandou mais de 30 milhões pro setor informal, pra sobreviver...a agora todo mundo vai pagar a conta NA MARRA sem choro nem vela. A marolinha do cara mais honesto do país, que tá preso, pois foi condenado na segunda instância, virou foi um tremendo tsunami, pior do que rompimento de barragem em Brumadinho. Os 14 milhões de desempregados não apareceram da noite pro dia...ou apareceram?

Responder

8
2


JUNIOR - 18-04-2019 15:32:01

TODOS CONTRA ESSE REFORMA VERGONHOSA

Responder

7
2


Carina - 18-04-2019 13:53:58

participação popular já

Responder

8
2


wagner - 18-04-2019 12:23:42

A divida do Brasil ,na melhor espectativa ,gira em torno de SETE TRILHÕES !!! O Guedes não quer resolver o problema da divida. Se quisesse ,faria uma reforma tributária ,mas ai afetaria os RICOS ,e isso ele e o Bolsonaro não querem. Eles querem ,e ai sim ,resolver o problema dos BANCOS ,que no primeiro ano de capitalização ,receberão TREZENTOS E OITENTA BILHÕES ,para devolverem daqui a QUARENTA ANOS ,se até lá você ainda viver !!! Voces acham que a GLOBO ia ficar o dia todo 24Horas ,todos os dias ,a TREIS ANOS de graça , falando sobre a Previdencia ? Acham ela boazinha? Se acham ,façam como os RETARDADOS ABAIXO , defendam o CHICOTE !!!

Responder

11
3


Paquin - 18-04-2019 13:20:44

WAGNER, VOCE É UM IGNORANTE! DEVE SER UM DESSES, IGUAL O EX DEPUTADO, QUE NINGUÉM "SABE" PORQUE FOI NOMEADO NA CASA CIVIL! EU SEI! OU VOCES ME DÃO UM "GANHA PÃO" OU ABRO A BOCA! UNS INCOMPETENTES! ESTÃO LÁ WAGNER RAMOS, CARLOS BRITO E MAIS TANTOS! UM TAL DE GILSON, POR FORÇA DE APADRINHAMENTO VOLTOU A OCUPAR CARGO NO GOVERNO! CAPACIDADE? SE TIVESSE SOBREVIVERIA NA INICIATIVA PRIVADA, IGUAL AO IRMÃO! UNS VERDADEIROS SANGUE-SUGAS DE QUEM TEM MUITO A ESCONDER!

Responder

4
7


wagner - 18-04-2019 14:18:24

Não entendi !!! Estamos falando da mesma coisa ? Quem é realmente ESTÚPIDO aqui?

Responder

2
0


jose a silva - 18-04-2019 11:35:29

É! Ninguém quer perder mordomias, privilégios, e etc... Professor? Realmente, uma profissão nobríssima! Mas daí a ter certas regalias, temos que pensar seriamente, pois o mundo mudou e aquela situação desses profissionais também, então tem que ser revisto isso! Ou se adaptam ou a coisa ficará pior! PRINCIPALMENTE educação, segurança e saúde, onde a demanda de mão de obra é muito maior, em quantidade! Ou aceitam as reformas ou aguentem as consequências!

Responder

3
9


alexandre - 18-04-2019 10:41:14

são petistas.. o pais precisa das reformas, para recuperar a credibilidade, infelizmente a esquerda quer instalar o caos...

Responder

4
9


Mariazinha - 18-04-2019 11:14:29

O APITO da ALFÂNDEGA não para!!! pipipipipipi......o PT saiu a treis anos ,o FIOFÓ já tá folgado e o Ale ,como tem UNIMED vai todo dia fazer exame de Próstata !!!kkkkkkkk...o médico já tá cansado ...e tome dedão no enrrustido ...Tenho Unimed DÔTO .não reclame ,venho quantas vezes quiser !!!kkkkk

Responder

2
3


Olavo - 21-04-2019 04:51:07

Mariazinga tu toma é pica mesmo... Pilantra.

Responder

0
0


10 comentários