Sindicato diz que programa do governo permitirá exercício ilegal da medicina  | MUVUCA POPULAR

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

GOVERNO Quarta-feira, 02 de Outubro de 2019, 17h:02 | - A | + A




“Médicos pelo Brasil”

Sindicato diz que programa do governo permitirá exercício ilegal da medicina

Sindimed emitiu nota para repudiar o novo programa do Governo Federal “Médicos pelo Brasil”


redacaomuvuca@gmail.com

 Foto: reprodução da internet 

O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed/MT) emitiu nota para repudiar o projeto de lei proveniente da Medida Provisória 890/2019 que institui o programa Médicos pelo Brasil, pois afirmam que a proposta permitirá o exercício ilegal da medicina.

“O parágrafo 34, que incorpora ao ‘Médicos pelo Brasil’ intercambistas que foram desligados do Mais Médicos sem precisar passar pelo Revalida, o que abre um precedente  para que  seja ofertado serviço médico praticado por pessoas sem a qualificação comprovada. Isso configura o exercício ilegal da medicina”, afirmaram em nota.

Entretanto, o benefício não é estendido aos médicos formados no Brasil, que vão precisar ter formação prévia em Medicina de Família e Comunidade para conseguir o registro no Conselho Regional de Medicina, que é o desejo de alguns parlamentares.

Além disso, o sindicato também criticou a projeto por permitir que o exame Revalida possa ser feito também por instituições privadas.

“Antes só poderia ser feito por universidades federais. Prevalecendo essa emenda parlamentar perde-se o controle e a qualidade pela aplicação da prova que diz quais médicos estarão aptos a conseguirem o registro no Conselho Regional de Medicina”, enfatizaram.

O sindicato também ressaltou que é extremamente injusto com os médicos formados no Brasil e aqueles formados em outros países que passaram pelo Revalida, pois a permissão dada pelo programa de governo aos médicos com formação no exterior gera vantagens ao exercer a profissão.

“Sabemos que a população precisa de acesso à saúde pública, mas é um desrespeito com as pessoas o desinteresse pela qualificação médica. A população que busca o SUS também é digna de uma assistência médica de qualidade”, finalizaram.

O Governo Federal lançou o programa no mês passado e afirmou que o objetivo é ampliar a oferta de serviços médicos em locais de difícil provimento ou de alta vulnerabilidade, além de formar médicos especialistas em Medicina de Família e Comunidade. A Medida Provisória já recebeu 120 emendas e passará por votação na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Camilla - 03-10-2019 09:36:00

Precisamos de emprego para enfermeiros também, com gratificações, incentivos, respeito.

Responder

1
0


Denise - 03-10-2019 09:34:41

Mesma coisa só mudou o nome

Responder

1
0


Gilberto - 03-10-2019 09:34:15

Os Professional cubanos trabalharam 5 anos e o povo ficou grato

Responder

2
0


Lima - 03-10-2019 09:05:45

Cadê os MedicosCubanos ??

Responder

2
0


Cleia - 03-10-2019 09:04:52

Parabéns vocês conseguiram mudar o Brasil. Bolsonaro 2022

Responder

0
1


Joseane - 03-10-2019 09:03:05

Para mexer com os pobres é assim, né?

Responder

1
0


6 comentários