Igreja Batista Getsemâni

Servidores fazem paralisação contra reforma da Previdência

Sintep convoca categoria para paralisação na próxima quarta-feira (24)

Helena Corezomaé
Redação

 

Os servidores da educação realizam na próxima quarta-feira (24) uma paralisação contra a reforma da Previdência do presidente Jair Bolsonaro (PLS), que tramita na Câmara dos Deputados.

Em Cuiabá a concentração será a partir das 14h, em frente a Secretaria de Educação Estadual (SEDUC), e nos municípios a organização será nas subsedes.  

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), os profissionais também pretendem cobrar do governador Mauro Mendes (DEM) a valorização salarial da categoria. 

“Desde que assumiu, o governador e a secretária de estado, Marioneide Kliemaschewsk, não cumprem com as políticas de Estado, que asseguram o direito à educação com qualidade e valorização profissional. O descaso promove inúmeros transtornos nas escolas, com graves prejuízos para a Educação Pública e para os educadores e educadoras”, informou o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira.  

Segundo Pereira, os trabalhadores exigem o cumprimento de direitos profissionais, entre eles a Lei nº 510/2013 (Dobra do Poder de Compras dos salários), que está ameaçada com medidas que cortam os investimentos.  

A paralisação de um dia em Cuiabá integra o Ato Nacional, que marca a 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública e contra a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br