Igreja Batista Getsemâni

Ex-presidente da AMM faz barraco em "zona" e promete fechar o cabaré

Político promete comprar uma guerra com o estabelecimento

O ex-prefeito de Juscimeira (157 km da Capital) e ex-presidente da AMM Valdecir Colle, o Chiquinho do Posto (PSD), denunciou uma suposta situação insalubre vivida por mulheres que trabalham na boate Crystal, em Cuiabá. O 'escândalo' foi publicado no portal RDNews, e dá conta que o político que é tido como cliente assíduo do prostíbulo, teria se desentendido com alguma garota de programa e saiu revoltado, botando a boca no trombone.

A denúncia de Chiquinho, segundo o próprio, é que no local se estaria havendo exploração de “atividades sexuais”, e as refeições seriam cobradas das trabalhadoras, situação em desacordo com a legislação, além de reclamar dos banheiros que estariam "arregaçados".

Segundo o gerente do puteiro, Fábio Luís Brazo, o político teria prometido fechar o estabelecimento através de suas denúncias. "Eu quero fazer essa denúncia, não quero esconder meu nome, não. Vou comprar uma guerra com a boate Crystal”, disparou.

Chiquinho disse que, no sábado (18), garçons da boate o teriam ameaçado de morte. E que pretende fazer denúncia formal ao Ministério Público Estadual (MPE) e à Polícia Judiciária Civil (PJC).

O gerente do cabaré, negou que haja qualquer irregularidade na documentação de funcionamento e apresentou os alvarás. “A boate tem todos os documentos em dia. Ele (Chiquinho) deve ter tido algum problema lá fora, com alguma das meninas, e está jogando a boate no meio para denegrir a imagem da empresa”.

Segundo Braz, Chiquinho gostava de 'pendurar' a conta. “Muitas vezes, ele chegou aqui e quis que assinasse as contas para ele (vendesse fiado) - afirmou.

Leitores do Muvuca Popular questionam se não era o caso do político se preocupar com a insalubridade dos banheiros dos hospitais públicos, dos terminais rodoviários e outras questões mais importantes. 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br