Igreja Batista Getsemâni

Motoristas de ônibus paralisam novamente nesta sexta-feira

Trabalhadores irão aderir Greve Geral contra a Reforma da Previdência

Amanda Caroga
redacaomuvuca@gmail.com

Os motoristas de ônibus de Cuiabá e Várzea Grande devem paralisar suas atividades novamente nessa sexta-feira (14), dessa vez, os trabalhadores irão apoiar à Greve Geral contra a Reforma da Previdência.

O apoio foi divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Baixada Cuiabana (SINTROBAC), após uma assembleia geral realizada na última sexta-feira (7).

O presidente do Sindicato, Ledevino da Conceição, justificou o apoio e participação da categoria no movimento grevista.

“Vamos participar e mobilizar o maior número possível de trabalhadores para protestar contra essa retirada de direitos. Principalmente contra as ameaças contidas no projeto de Reforma da Previdência, por que do jeito que ele está, irá dificultar muito o acesso à aposentadoria, um direito sagrado do trabalhador brasileiro”, explicou.

Além disso, Ledevino ainda lembrou da paralisação que ocorreu nessa segunda-feira (10), por conta dos salários atrasados. Segundo o sindicalista, é inadmissível as condições que os trabalhadores são submetidos pelos Governos estaduais e federais.

“É por isso, que na sexta-feira nós vamos parar novamente, vamos cruzar os braços em protesto contra essa situação. Essa reforma só vem para nos prejudicar. O transporte coletivo vai parar em Cuiabá e Várzea Grande, não tem jeito”, destacou.

A Greve Geral do dia 14 contará com a presença de centrais sindicais de todo o Brasil. A maior motivação para a movimentação, tem sido a forma truculenta escolhida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), ao tomar suas decisões. Atualmente, a Reforma da Previdência, tem sido a principal pauta, pois ela, na visão dos sindicalistas, traz mudanças significativas e que dificultarão o acesso do trabalhador à aposentadoria.

 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br