Igreja Batista Getsemâni

Puteiro de cachorros, corruptos, vagabundos e traidores

PSL de Bolsonaro dá show de baixaria e "santifica" PT

Redação
Muvuca Popular

A guerra no partido do presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou as raias da loucura. Tanto os bolsonaristas quanto os apoiadores do presidente da agremiação, Luciano Bivar, estão mostrando ao Brasil que, pior que está, pode ficar. 

Em Mato Grosso, por exemplo, o deputado Nelson Barbudo, se alinhou à direção e acabou sendo carimbado pela família Bolsonaro de traidor. Curioso que até fevereiro deste ano, Barbudo jurava amor eterno ao 'capitão'. "Eu me chamo Nelson Barbudo e fui eleito pelo meu Mato Grosso para lutar com o presidente que restaurará a democracia até à morte. (...) Jamais abandonarei o meu presidente Jair Bolsonaro, seja lá em que situação for", berrava o parlamentar.

O site O Antagonista jogou lenha na fogueira ao revelar um áudio de uma reunião de deputados do partido, onde os 'elogios' foram bem intensos. O deputado Felipe Francischini reclamou do 'prostíbulo'. De acordo com suas próprias palavras, foi Bolsonaro que começou a baixaria. "Ele que começou a fazer a putaria toda, falando que todo mundo é corrupto." O líder do PSL, Delegado Valdir, mantido no cargo, foi além: chamou Bolsonaro de "vagabundo".
"A gente foi tratada que nem cachorro, desde que ele [Bolsonaro] ganhou a eleição. Nunca atendeu a gente em porra nenhuma. (...) Só liga na hora que precisa para f... com alguém", diz Francischini, no áudio. 

O cabaré no PSL que começou esta semana não tem data para acabar. O PT, partido alvo da turma durante tanto tempo, virou santo nessa briga de cachorro louco.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br