Igreja Batista Getsemâni

Investigadores prendem homem que matou filho de sargento da PM a facadas

Sátiro Leôncio de Arruda Filho, 50 anos, foi preso em ação integrada entre as Policias Civil de MT e Brasília

Redação

Reprodução Montagem

satiro.jpg

 

Foragido há 29 anos, Sátiro Leôncio de Arruda Filho, 50 anos, foi preso em Brasília pelo assassinato de Augusto Cesar dos Santos – que é filho de um sargento reformado da Polícia Militar, hoje com 89 anos. A prisão do fugitivo aconteceu na segunda-feira (11), em trabalho da Polinter e Polícia Civil.

Sátiro foi condenado em 2016, pelo Tribunal do Júri, a pena de 12 anos e 6 meses pelo homicídio.

Conforme os autos do processo, o assassinato aconteceu por volta das 22h30 do dia 04 de novembro de 1990, na Rua Fenelon Muller – no bairro Dom Aquino, em Cuiabá.

O criminoso acertou vários golpes de faca no filho do PM, com auxílio de uma terceira pessoa não identificada no processo. A vítima ainda conseguiu correr após a primeira facada, mas foi perseguida e morta.

Nos autos do processo consta o argumento do assassino de que Augusto teria tentado estuprar a sua namorada, por isso o matou. O Conselho de Sentença, porém, não reconheceu a versão e considerou que o crime foi praticado por motivo fútil, mesmo não estando suficientemente esclarecido.

Desde a época do crime, Sátiro nunca mais foi localizado, pois, havia fugido para Brasília, onde ficou escondido da Justiça.

 

 

Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br