Igreja Batista Getsemâni

Policial que atirou em jovem que atacou cliente com facão em sorveteria é homenageada em MT

Cláudia Kafer, deu um tiro na perna de um jovem para evitar que continuasse a esfaquear um homem,recebeu homenagem do Comando Geral da PM.

G1 MT

Foto: Arquivo pessoal

claudia.jpeg

 

A policial Cláudia Kafer, de 32 anos, que deu um tiro na perna de um jovem para evitar que continuasse a esfaquear um homem em uma sorveteria, em Colniza, recebeu uma homenagem da Polícia Militar nessa terça-feira (12), em Cuiabá.

Cláudia foi recebida pelo comandante geral, coronel Jonildo José de Assis, no quartel do Comando Geral da PM, e ganhou uma "Menção Elogiosa".

"Muito gratificante. É a primeira vez que recebo uma homenagem dessa magnitude. É muito importante o reconhecimento da instituição", disse a policial.

Comando Geral da PM fez homenagem à policial — Foto: Arquivo pessoalComando Geral da PM fez homenagem à policial — Foto: Arquivo pessoal

Comando Geral da PM fez homenagem à policial — Foto: Arquivo pessoal

 

Segundo a Polícia Militar, a policial agiu rápido e salvou a vida de Nelson José de Arruda, de 33 anos, quando ele sofria tentativa de homicídio a golpes de facão. O caso ocorreu no dia 3 deste mês, em um domingo, no Distrito de Guariba.

A policial estava de folga, na companhia do namorado, e parou na sorveteria onde ocorreu o fato para comprar água mineral.

A policial disse ter se visto obrigada a fazer um disparo de arma de fogo acertando a perna do suspeito com o objetivo de contê-lo. Ela estava de folga e estava na sorveteria para comprar água, acompanhada do namorado quando presenciou a tentativa de homicídio e atirou no agressor.

Policial militar Claudia Kafer, 32 anos, estava de folga e atirou em suspeito que atacou homem com um facão em Colniza — Foto: Instagram/Reprodução

Policial militar Claudia Kafer, 32 anos, estava de folga e atirou em suspeito que atacou homem com um facão em Colniza — Foto: Instagram/Reprodução

A policial sacou a arma, se identificou como militar e mandou que o suspeito parasse e jogasse o facão. Cremildo não parou e acabou baleado na perna pela policial.

A própria policial ligou para a polícia e pediu socorro. Tanto o homem atacado com facão quanto o jovem baleado pela policial foram encaminhados para uma unidade de saúde em Guariba.

 


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br