Igreja Batista Getsemâni

Prefeito de Cuiabá avalia decreto para definir novas medidas de flexibilização

Decreto liberou comércio e serviços e impôs novos horários de funcionamento

Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

Emanuel Pinheiro (3).jpeg

 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), avalia nesta segunda-feira (3) o decreto que liberou o comércio e serviços em Cuiabá e impôs novos horários de funcionamento para cada segmento.

O decreto foi assinado em 27 de julho e seria revisado a cada 7 dias pelo prefeito em reunião com o Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus em Cuiabá. A medida foi tomada depois do decreto do governador Mauro Mendes (DEM) autorizando o funcionamento das atividades.

O chefe do Executivo Municipal definiu que o comércio de rua poderá funcionar das 9h às 17h. Shoppings das 11h às 21h (somente de segunda a sábado, não podem funcionar aos domingos e feriados), conveniência de postos das 12h às 21h (de segunda a sábado), academias das 6h às 12h, depois das 16h às 21h (de segunda a sábado), bares e restaurantes das 11h às 21h (de segunda a sábado) e salões de beleza das 10h às 20h (de segunda a sábado).

O funcionamento do Shopping Popular será das 9h às 17h (de segunda a sábado); prestação de serviço em geral deve funcionar das 8h às 16h.

O consumo de bebidas está proibido em distribuidoras e conveniências de Cuiabá. Já os deliverys podem funcionar até meia-noite. As atividades econômicas de lanchonetes, padarias, açougues, sorveterias, cafeterias e congêneres, funcionarão segunda a domingo das 06h30 às 19h.

As indústrias podem funcionar sem qualquer restrição de horário. Os cinemas, piscinas coletivas e campos de futebol devem permanecer fechados para evitar aglomeração. Conforme o prefeito, a frota de ônibus atua com 100% da capacidade. O toque de recolher passa a ser das 22h às 5h da manhã.

Nesta semana, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que os prefeitos possuem a competência para impor medidas de isolamento e de flexibilização das atividades comerciais. Deixando para os governos somente a parte de orientar sobre o avanço da doença em cada região do estado.

Na sexta-feira (31), o prefeito disse que fará a primeira avaliação do decreto e para decidir como será o funcionamento nos próximos 7 dias e se há necessidade de novas medidas de restrições ou mesmo a flexibilização dos horários.

Ao anunciar as medidas de flexibilização da quarentena, o prefeito reconheceu que os horários não são os melhores para o funcionamento de cada setor, mas lembrou que as restrições são importantes para que não haja aglomeração na cidade.

A venda no comércio de rua e nos shopping vai aumentar nesta semana por conta do Dia dos Pais, que será comemorado no próximo domingo (9). Festas em família estão proibidas em Mato Grosso, mas há exemplo do que aconteceu no Dias das Mães deverá haver um aumento na circulação de pessoas pela cidade.


Fonte: MUVUCA POPULAR

Visite o website: https://www.muvucapopular.com.br